Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Dr. Pessoa e Kleber Montezuma disputam o segundo turno em Teresina

Nenhum pleiteante à Prefeitura de Teresina obteve os votos necessários para consolidar a vitória no primeiro turno.

Compartilhe

Dr. Pessoa (MDB) e Kleber Montezuma (PSDB) vão se enfrentar no segundo turno na disputa pela Prefeitura de Teresina. Com 100% das seções apuradas, eles obtiveram respectivamente 34,53% e 26,70% dos votos. Pessoa recebeu 142.769 votos, enquanto Montezuma teve 110.395.

 CLIQUE AQUI E CONFIRA A APURAÇÃO COMPLETA 

A candidata do PSC, Gessy Fonseca foi a surpresa da apuração surgindo na terceira posição da apuração das urnas com 12,14%. Já o representante do Partido dos Trabalhadores no pleito, o ex-secretário de Cultura Fábio Novo ficou na quarta posição, somando 11,50% dos votos.

Dr. Pessoa e Kleber Montezuma disputam segundo turno em Teresina


O deputado federal Fábio Abreu (PL) permaneceu ao longo de toda a apuração na quinta posição, somando 7,02% dos votos válidos em Teresina. 

Por conta da pandemia, as abstenções no município tiveram uma alta, além disso, foram 8.833 votos em branco e 17.523 votos nulos. Os votos da professora Lourdes Melo (PCO) foram contabilizados, no entanto, sua candidatura permanece sub judice, tendo em vista o processo que o Partido da Causa Operária enfrenta por problemas no registro. 

Agora, as atenções ficam direcionadas para a consolidação das parcerias no segundo turno, principalmente no que tange aos apoios dos candidatos que não obtiveram sucesso na eleição majoritária.

Atraso na divulgação dos resultados

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), informou que houve uma falha em processadores de um computador que provocou lentidão na totalização dos votos e, consequentemente, na divulgação dos resultados das disputas municipais. 

“Houve um atraso na totalização dos resultados por força de um problema técnico que foi exatamente o seguinte: um dos núcleos de processadores do supercomputador que processa a totalização falhou e foi preciso repará-lo”, disse o ministro durante entrevista coletiva no TSE.



 


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar