Faltam exatamente 50 dias para as Eleições 2022. E a Justiça Eleitoral  pensando no pleito que se aproxima, já começou a reforçar para o eleitor, principalmente para os que votam pela primeira vez, os procedimentos, ensinando o que o eleitor pode ou não fazer no dia da votação.

Para começar, o eleitor ou eleitora deve conferir onde fica a sua seção eleitoral. O endereço pode ser consultado no portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em seguida, antes de se dirigir ao local, o eleitor deve ter certeza de que leva consigo o título de eleitor – na versão digital pelo aplicativo e-Título ou em papel – e um documento oficial com foto – RG, CNH, passaporte, certificado de reservista, carteira de trabalho ou, inclusive, carteiras emitidas por órgãos de classe como Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Conselho Federal de Medicina (CFM), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) etc.

Alguns detalhes devem ser observados no dia da votação-José Cruz Agência BrasilAlguns detalhes devem ser observados no dia da votação-José Cruz Agência Brasil

Dia da votação

No dia da votação, o eleitor ou eleitora pode manifestar sua convicção política e ideológica, desde que isso seja feito de forma individual e silenciosa. Nada de aglomeração de pessoas uniformizadas nem portando algum identificador de candidato ou partido.

Também é proibido abordar, aliciar ou tentar persuadir as pessoas que estiverem indo votar.Outro alerta feito pela Justiça Eleitoral é para que a eleitora ou eleitor não leve celular nem câmera para a cabine de votação. Tirar fotos da urna e de votos não é permitido.