O Ipec divulgou neste sábado (1º) sua mais recente pesquisa de intenção de voto na eleição para o governo de São Paulo. Encomendada pela Globo, a sondagem é a última realizada pelo instituto antes do 1º turno, que acontece neste domingo (2). Em votos válidos, o resultado é este:

Fernando Haddad (PT): 41% (tinha 41% no levantamento anterior do instituto, de 27 de setembro)

Tarcísio de Freitas (Republicanos): 31% (tinha 29% no levantamento anterior do instituto)

Rodrigo Garcia (PSDB): 22% (tinha 22% no levantamento anterior do instituto)

Carol Vigliar (Unidade Popular): 1% (tinha 1% no levantamento anterior do instituto)

Gabriel Colombo (PCB): 1% (tinha 1% no levantamento anterior do instituto)

Elvis Cezar (PDT): 1% (tinha 1% no levantamento anterior do instituto)

Vinicius Poit (Novo): 1% (tinha 2% no levantamento anterior do instituto)

Edson Dorta (PCO): 1% (tinha 1% no levantamento anterior do instituto)

Altino Júnior (PSTU): 1% (tinha 1% no levantamento anterior do instituto)

Antonio Jorge (Democracia Cristã): 0% (tinha 1% no levantamento anterior do instituto)

Ipec em SP: Haddad tem 41% dos votos válidos, Tarcísio 31% e Rodrigo 22% Foto:  Kaio Lakaio/VEJAIpec em SP: Haddad tem 41% dos votos válidos, Tarcísio 31% e Rodrigo 22% Foto:  Kaio Lakaio/VEJA

Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

Foram ouvidas 2 mil pessoas, entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro, em 83 municípios paulistas. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com o número SP-05847/2022 e no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-03126/2022.

A evolução dos votos válidos mostra Haddad em queda gradual ao longo da campanha. No início da disputa pelo Bandeirantes, quando era o único conhecido por mais da metade do eleitorado, o petista tinha 52% dos válidos. Recuou para 45% no levantamento feito entre 30 de aosto e 1º de setembro, e entre 13 e 15 de setembro atingiu 43%. Na semana passada, tinha 42%, e no meio desta semana aparecia com 41%, dois pontos acima do que tem hoje.

A candidatura de Tarcísio registrou avanço constante, ainda que com oscilações dentro da margem de erro, e se estabilizou nos últimos dias. Ele partiu de 21% dos votos válidos em meados de agosto, foi a 26% na pesquisa posterior, finalizada em 1º de setembro, e duas semanas depois obteve 27%. na semana passada, tinha 28% das intenções de votos válidos, e na pesquisa concluída na última quinta-feira alcançou 31%, mesmo resultado atual.

À frente do governo paulista desde março deste ano, Garcia tinha 15% das intenções de votos válidos em meados de agosto, e avançou para 19% no início de setembro. Na pesquisa realizada entre 13 e 15 de setembro, o tucano avançou para 23%, manteve esse resultado na semana seguinte, oscilou para baixo (22%) no levantamento do meio da semana e agora oscila novamente para 23%.

Resposta estimulada e única, em % de votos totais:

Fernando Haddad (PT): 34% (na pesquisa anterior, de 27 de setembro, estava com 34%)

Tarcísio de Freitas (Republicanos): 26% (24% na pesquisa anterior)

Rodrigo Garcia(PSDB): 18% (19% na pesquisa anterior)

Vinicius Poit (Novo): 1% (1% na pesquisa anterior)

Gabriel Colombo (PCB): 1% (1% na pesquisa anterior)

Antonio Jorge (Democracia Cristã): 0% (1% na pesquisa anterior)

Elvis Cezar (PDT): 1% (1% na pesquisa anterior)

Carol Vigliar (Unidade Popular): 1% (1% na pesquisa anterior)

Altino Júnior (PSTU): 1% (1% na pesquisa anterior)

Edson Dorta (PCO): 1% (0% na pesquisa anterior)

Brancos e nulos: 8% (10% na pesquisa anterior)

Não souberam: 9% (10% na pesquisa anterior)

Veja o resultado da pesquisa estimulada para o 2º turno

Cenário 1 - Haddad x Tarcísio; resposta estimulada e única, em %:

Fernando Haddad (PT): 42%

Tarcísio de Freitas (Republicanos): 38%

Brancos e nulos: 13%

Não sabe: 17%

Cenário 2 - Haddad x Rodrigo; resposta estimulada e única, em %:

Fernando Haddad (PT): 40%

Rodrigo Garcia(PSDB): 38%

Brancos e nulos: 19%

Não sabe: 11%

Cenário 3 - Tarcísio x Rodrigo; resposta estimulada e única, em %:

Tarcísio: 36%

Rodrigo: 34%

Brancos e nulos: 19%

Não sabe: 11%