O segundo colocado nas eleições para o Governo do Piauí, Sílvio Mendes, do União Brasil, afirmou em entrevista à Rede Meio Norte que vai aceitar a decisão da eleição e que faria exatamente a mesma coisa se tivesse outra oportunidade.

O ex-secretário de Fazenda, Rafael Fonteles (PT), foi eleito no primeiro turno com 56,80% dos votos válidos, Sílvio Mendes ocupou a segunda colocação. “Agora vou cuidar na minha vida, aceitar a decisão da eleição, a democracia é assim, na vida a gente perde, ganha. Eu não vou mudar minhas convicções, faria tudo novamente”, afirmou. 

Ele disse que está em paz com resultado e agradeceu a cada liderança e a todo Piauí, cada cidadão e cidadã que confiou em sua mensagem.

"Faria exatamente a mesma campanha . Nada a reparar, apenas algumas observações que não cabeça mais falar. Repito, estou em absoluta paz de espirito", disse.

O resultado é passado e não vai recorrer do resultado. "Jamais vou recorrer e agradeço a quem compreendeu a mensagem e a maioria não concordou. Agora cada um siga o seu caminho", disse.

Daqui para frente, ele diz que vai cuidar de sua vida. "Essa foi a decisão da eleição. Democracia,  por mais que o povo não entenda é assim. Na vida a gente perde, a gente ganha", declarou, afirmando  que não mudara suas convicções e faria tudo novamente.

Sílvio Mendes agradeceu os mais de 764 mil votos recebidos dos piauienses. “A minha mensagem é gratidão a cada cidadão, cidadã, por onde a gente andou. Política se faz todo dia, sendo cidadão comum, seja aquele que recebeu a representação, nada de estranho. Agora vou cumprir com a decisão da minha vida. Não cabe mais analisar, está decidido, cabe cumprir, a maioria decidiu esse caminho”, finalizou. 

Sílvio Mendes concedeu entrevista e reconheceu a derrota - Foto: David CarvalhoSílvio Mendes concedeu entrevista e reconheceu a derrota - Foto: David Carvalho






Ver essa foto no Instagram










Uma publicação compartilhada por Grupo Meio Norte Comunicação (@meionorte)