mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Governadores defendem fundo de desenvolvimento de R$ 400 bilhões

O fundo teria como principal meta o financiamento de projetos de industrialização dos entes menos desenvolvidos.

Por Francy Teixeira

Em entrevista ao site Poder 360, o presidente do Comitê dos Secretários de Fazenda (Comsefaz) e líder da pasta no Piauí, Rafael Fonteles (PT), detalhou algumas propostas levantadas pelos Estados nas discussões referentes à Reforma Tributária.

Com a iminente apresentação do relatório pelo deputado Aguinaldo Ribeiro (Progressistas), os governadores querem ser ouvidos, enquanto os secretários de Fazenda esperam a alocação das propostas apresentadas.
"Se chegarmos a isso, negociar mudanças no Congresso ficará mais fácil. Seguiremos conversando", disse Fonteles.
Destaca-se nas principais propostas defendidas pelo Comsefaz a implantação do IBS (Imposto sobre Bens e Serviços), o 'impostão', que contemplaria uma série de tributos já existentes, com o recolhimento no destino e não na origem como ocorre atualmente.

Rafael Fonteles quer que as propostas do Comsefaz sejam acolhidas (Foto: Waldemir Barreto)Rafael Fonteles quer que as propostas do Comsefaz sejam acolhidas (Foto: Waldemir Barreto)

Além disso, a implantação englobaria a criação de um fundo de desenvolvimento, que teria como principal meta o financiamento de projetos de industrialização dos entes menos desenvolvidos. O fundo giraria em torno de R$ 400 bilhões.

"O que existe hoje com essa função é a guerra fiscal. Não funciona, porque os incentivos são iguais em todos os lugares”, disse.
O montante do fundo seria atingido ao longo de uma década.

[email protected]


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail