Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Julgamento do mensalão entra em recesso e retorna 7 de novembro

O relator do processo, Joaquim Barbosa, viaja neste final de semana para um tratamento de saúde.

Julgamento do mensalão entra em recesso e retorna  7 de novembro
25.out.2012- Advogados e público acompanham sessão de julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal. | Uol
Compartilhe

Após a sessão desta quinta-feira (25), o julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal será retomado apenas no dia 7 de novembro, quarta-feira.

Na próxima semana não haverá sessões dos ministros sobre este assunto -- o relator do processo, Joaquim Barbosa, viaja neste final de semana para um tratamento de saúde na Alemanha e retorna ao Brasil no dia 5 de novembro.

O presidente da Corte, ministro Ayres Britto, definiu as mudanças de calendário ao final da primeira parte da sessão desta quinta-feira. Ele resolveu cancelar a sessão que haveria na segunda-feira, 5 de novembro, e remarcar esta sessão para a quinta-feira, dia 8, pela manhã. Assim, na semana em que retomará a análise do mensalão, o Supremo terá sessões na quarta-feira (7) à tarde e na quinta-feira (8) o dia todo.

O Supremo tem que definir as penas de 24 réus condenados pelo processo, fase conhecida como dosimetria. Até agora, foram definidas somente as penas do publicitário Marcos Valério, e parte das penas relativas a Ramon Hollerbach, sócio de Valério.

Além disso, Ayres Britto decidiu cancelar a sessão da próxima segunda-feira (29), por ser o dia após as eleições -- muitos ministros do STF trabalham ainda no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que terá atividades no domingo, 28.

Barbosa demonstrou preocupação com o andamento do julgamento. ?É bom que a moda não pegue senão não terminaremos?, respondeu o ministro à intervenção do advogado de Marcos Valério, que pediu a palavra no início da sessão desta quarta-feira.

Ontem, o ministro Marco Aurélio também disse crer que o julgamento ainda deve se prolongar. ?A presença do relator é indispensável?, disse o magistrado.

Durante a sessão em plenário ontem, Marco Aurélio disse ainda que o processo não deve ser acelerado. "Nada de acelerar, porque essa é uma parte importantíssima do julgamento. Devemos marchar com absoluta segurança", diz o ministro Marco Aurélio ao iniciar o seu voto. Ele pediu, ainda, recesso de uma semana para os ministros refletirem sobre a questão, mas seu pedido não foi debatido pelos demais membros do STF.

O julgamento do mensalão começou no dia 2 de agosto e já está em sua 42ª sessão. Em número de dias, ele já é considerado o maior julgamento da história do Supremo.

A primeira fase foi a de apresentação e leitura da denúncia da Procuradoria Geral da República, seguida pelas defesas dos réus. A partir de então, os ministros votaram sobre os réus, e, agora, estão definindo as penas dos condenados.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar