mais

Rafael Fonteles anuncia mais de R$ 400 milhões para educação do Piauí

O recurso é referente à complementação do Fundef, será aplicado para melhorar a qualidade da educação nas escolas públicas estaduais

O secretário estadual da Fazenda, Rafael Fonteles, anunciou na tarde desta sexta-feira (02) que já foi expedido o precatório complementar, no valor de quase R$ 500 milhões, do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef). Os recursos serão usados exclusivamente para melhoria da educação pública piauiense, já estão assegurados no Orçamento da União de 2022. 

Estamos aqui em Parnaíba e acabamos de receber uma excelente notícia para o Estado do Piauí. Foi expedido o precatório complementar do Fundef, são mais de 400 milhões a mais para investimentos na educação pública estadual, que vai ajudar a completar o programa de estruturação das escolas e o programa de alfabetização.

O Estado já recebeu R$ 1,6 bilhão do precatório principal, recurso que está sendo investido em obras e ações - Foto: AscomO Estado já recebeu R$ 1,6 bilhão do precatório principal, recurso que está sendo investido em obras e ações - Foto: Ascom

"Será inscrito no orçamento da União do ano que vem (2022), portanto, receberemos mais esse recurso, que era uma dívida da União com o Estado do Piauí. Parabéns ao poder Judiciário por, mais uma vez, fazer Justiça ao Estado do Piauí”, enfatiza o secretário.   

No dia 20 de maio desse ano, o juiz da 2ª Vara da Justiça Federal, Márcio Braga Magalhães, determinou que a União realizasse o pagamento ao estado do Piauí de quase R$ 500 milhões, referentes ao precatório do Fundef.

Precatório principal

O Estado já recebeu R$ 1,6 bilhão do precatório principal, recurso que está sendo investido em obras e ações, por meio do programa PRO Piauí Educação, em todas as escolas públicas dos diversos municípios do Estado. Muitas dessas obras já estão sendo, inclusive inauguradas, como aconteceu ontem em Sussuapara, na região de Picos.   

Em 2017, o Governo do Estado ingressou com uma ação contra a União, para que fosse realizado o pagamento dos recursos do Fundef que não foram repassados de forma correta para os cofres públicos.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail