Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Saúde é maior problema, aponta IPOP

Na média, saúde (27%) é a grande preocupação, seguida por desemprego (24,2%)

Compartilhe

Sa?de, desemprego e seguran?a s?o os tr?s problemas mais graves identificados pela popula??o das quatro maiores cidades do Estado - Teresina, Parna?ba, Picos e Piripiri. ? o que revela uma s?rie de pesquisas do Instituto Piauiense de Opini?o P?blica (IPOP), realizada para o Sistema Meio Norte.

Na m?dia, sa?de (27%) ? a grande preocupa??o, seguida por desemprego (24,2%) e seguran?a (20,9%), este o maior problema na capital (44,9%). As pesquisas foram aplicadas entre 7 de junho e 2

de julho, ouvindo 1.294 pessoas (394 em Teresina, 300 em cada uma das outras cidades).

Outros problemas com ?ndices expressivos s?o o saneamento (10%) e o cal?amento (8%), segundo m?dia aritm?tica que n?o toma em conta a

pondera??o do peso populacional de cada munic?pio pesquisado. H? varia??o de uma cidade a outra. Em Teresina, por exemplo, a seguran?a se destaca, mas em Piripiri recebe apenas 5% de cita??o.

A s?rie de quatro pesquisas revela surpresas pela aus?ncia de problemas graves, como a moradia e os baixos sal?rios. Segundo a soci?loga e professora da Universidade Federal do Piau? (UFPI) Meire Alves Mendes, existe uma conjun??o de fatores que levam para estes resultados.

Ela explica que a sa?de est? ligada ao bem maior do ser humano, a vida, por isso sempre estar? entre as principais preocupa?es de cada um. "A

sa?de sempre estar? entre as principais preocupa?es das pessoas, principalmente para aquelas que est?o desassistidos por planos de sa?de. Elas sentem ainda mais a falta da asssit?ncia ? sa?de em suas cidades e v?em isso como um problema emergencial", afirma.

Meire explica que o mesmo acontece com a seguran?a. Assim como a sa?de, a seguran?a tamb?m tem a ver com a vida e a morte e por isso ? uma preocupa??o permanente na mente das pessoas. "Estamos passando por uma onda de viol?ncia em todo o pa?s, principal-mente o aumento de agress?es dom?sticas e contra minorias, como mulheres e crian?as.

Com isso as pessoas se v?em mais alarmadas e preocupadas com este tema", diz.

Para ela, um dos fatores que explica tantas cita?es se relaciona ao grande destaque que estes dois temas recebem da m?dia. "A s?ude e a seguran?a s?o temas discutidos diariamente pela sociedade. Isso faz com que as pessoas observem o que t?m ao seu redor, na sua cidade, e passam a se preocupar mais com isso", explica a soci?loga.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar