Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Vereador sem voto perde o cargo no Piauí

Ministério Público Eleitoral deve pedir a anulação da posse do vereador de Queimada Nova

Compartilhe

O Minist?rio P?blico Eleitoral deve pedir a anula??o da posse do vereador

de Queimada Nova, Armando Dias Teixeira (PR), que, mesmo sem ter obtido nenhum voto nas elei?es de 2004, assumiu o cargo ap?s a cassa??o de Gildemar Jos? Neto por infidelidade partid?ria. O motivo ? que ele n?o seria o suplente legal do vereador cassado.

O procurador eleitoral Marco T?lio Caminha declarou que o vereador Ant?nio Jos? Nunes Amorim, da mesma coliga??o de Armando, teve 216 votos e, com isto, deveria ter sido empossado em seu lugar. Neste caso, houve erro da presid?ncia da C?mara Municipal ao dar posse ao vereador sem votos.

?O problema n?o o fato dele ter sido empossado mesmo sem ter tido a vontade popular. Mas o fato de existir outro suplente, que teve pouco mais de 200 votos?, ratificou o procurador.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar