Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Wellington Dias firma novos acordos com a FAO

Wellington Dias fez uma síntese da nova conjuntura social e econômica do Piauí

Wellington Dias firma novos acordos com a FAO
Wellington Dias firma novos acordos com a FAO | Divulgação
Compartilhe

O governador Wellington Dias teve, nesta segunda-feira (25), um dia repleto de compromissos e, tamb?m, de resultados muito positivos, em Roma, na It?lia. Na abertura de sua agenda na capital italiana, ele foi recebido na sede da Organiza??o das Na?es Unidas para a Agricultura e a Alimenta??o (FAO), pelo diretor-geral da institui??o, Jim Butler, para uma apresenta??o de propostas do Governo do Estado garantindo a manuten??o das parcerias que se encontram em curso e amplia??o de trabalhos. V?rios outros executivos da FAO compuseram a mesa apresentadora, al?m dos governadores das regi?es de Toscana e Veneto, signat?rios de acordos de coopera??o t?cnica com o Piau?.

Antes de expor as novas proposi?es, Wellington Dias fez uma s?ntese da nova conjuntura social e econ?mica do Piau?, destacando os avan?os alcan?ados nos setores de estradas, transportes, turismo, agricultura familiar e no incentivo que o governo vem garantindo aos pequenos agricultores atrav?s do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). "Sa?mos de oito mil contratos anuais em 2003 para 210 mil no final de 2007", comemorou o governador, que, apesar das boas informa?es repassadas, revelou a seus interlocutores a necessidade de otimizar o desempenho das ?reas de sa?de, educa??o e gera??o de renda. "Apesar de a nossa Popula??o Economicamente Ativa (PEA) ser a que apresente os melhores ?ndices de aproveitamento no Pa?s, ainda temos que melhorar a renda e a qualidade nutricional em algumas regi?es do Estado", ponderou Wellington Dias, justificando a Jim Butler a iniciativa de ampliar a parceria com a FAO.

Nesta perspectiva, Wellington Dias formalizou ? organiza??o o pedido de elabora??o de um diagn?stico capaz de identificar os efeitos do Fome Zero na redu??o dos patamares de desnutri??o no Piau?. "Trata-se de um programa formado por 40 programas. Considerando esta formata??o, seria imprescind?vel um estudo t?cnico para sabermos com precis?o quais as ?reas em que devemos ser mais agressivos", explicou o governador, informando aos diretores da FAO que a implanta??o do Fome Zero ajudou o Estado a sair da primeira posi??o do ranking nacional de mortalidade infantil para a 18? coloca??o. Wellington Dias acrescentou que, com rela??o ao Nordeste, o Piau? foi o Estado que mais reduziu esta "m?rbida" realidade e hoje encontra-se ? frente dos demais.

O governador do Piau? disse ao p?blico presente que a It?lia representa um dos mais ilustrativos exemplos de supera??o de adversidades sociais. Wellington Dias lembrou que, h? cerca de 50 anos, a na??o italiana tinha um enorme contingente de pessoas empobrecidas, sobretudo nas regi?es de Veneto, Emilia Romana, Umbria e Toscana, cujas administra?es p?blicas mant?m importantes programas de coopera??o, dentre eles a constru??o maci?a de cisternas na zona do semi-?rido piauiense. Atualmente, esses conglomerados italianos vivem numa est?vel situa??o de comodidade social e econ?mica.

"Por conta desse know-how e dessa voca??o de coopera??o internacional, solicitamos que a FAO, em parceria com Veneto, Toscana e o Governo do Estado, elabore um projeto de gest?o de cooperativa que possa ser executado no encadeamento produtivo do Piau?", prop?s o governador, destacando os segmentos do mel, caprinocultura e fruticultura como grandes alternativas para o in?cio desse plano de gerenciamento.

Por ?ltimo, Wellington Dias discorreu sobre a rede de prote??o social, que atualmente beneficia um grande n?mero de deficientes atrav?s da cria??o da Ceid (Coordenadoria Estadual para Incluls?o da Pessoa com Defici?ncia) . Ele comentou, por?m, que precisa dar um incremento nas a?es preventivas, frisando que 17,5 % da popula??o piauiense carrega algum tipo de defici?ncia.

Concernente ao assunto posto em discuss?o, o governador solicitou ? coordenadora da Ceid, Rejane Dias, que se pronunciasse sobre os detalhes operacionais da pasta. "Al?m do acompanhamento do p?blico adulto, estamos buscando mecanismos de triagem p


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar