Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros
Jornal Agora

Chico Lucas explica o porquê de não tentar reeleição na OAB-PI

Compartilhe
Google Whatsapp

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil secção Piauí (OAB-PI), Chico Lucas, em entrevista ao Agora da Rede Meio Norte na tarde desta sexta-feira, Feriado da Independência do Brasil, explicou o porquê de não tentar reeleição na OAB. Ele fez um balanço de sua gestão e falou dos debates que serão feitos com candidatos ao Governo do Estado e candidatos ao Senado Federal. 

De acordo com o presidente da OAB-PI, o debate com candidatos ao Senado ocorrerá no próximo dia 11, sendo que o debate com candidatos ao cargo de governador será no dia 18 deste mês.  “Olha, Amadeu, nós iremos fazer um debate na terça-feira para os candidatos ao Senado e no dia 18 de setembro para os candidatos a governador. Será um debate multi plataforma para os portais, ou seja, para pegar o público das redes sociais, o público dos portais e também com transmissão pelo rádio, ou seja, vários veículos do Piauí, de várias cidades irão transmitir”, detalhou.


Chico Lucas destaca a cobertura feita pelo Grupo Meio Norte de Comunicação, que realizou o primeiro debate com os candidatos ao Governo, e explica que o objetivo da OAB, através dos debates, é  dar mais oportunidade para os candidatos falarem de suas propostas e, assim, possibilitar maior conhecimento para os eleitores.

“O objetivo é complementando os debates, como a Meio Norte faz, trazer para os eleitores a mensagem dos candidatos, para que eles possam descobrir aquele que mais se identificam e façam uma escolha que seja racional para que a gente possa sair dessa crise por qual passa o país e nosso estado”, acrescentou.

“Foram convidados os 18 senadores e , por uma questão de legislação eleitoral, foram convidados os candidatos que tem representação para o Governo, são 7, os mesmos que participam dos demais debates na TV. E na verdade nosso foco nesse ponto, além das perguntas de candidatos contra candidatos, nós também iremos abortar temas de cidadania que interessam a Ordem e a outras instituições civis que foram convidadas. Então nós vamos perguntar sobre questão de idoso, criança e adolescente, direitos humanos, segurança pública, previdência social. Então nós vamos dar um foco nos temas de cidadania, que são muito caros da Ordem dos Advogados do Brasil”, explicou.

Chico Lucas, presidente da OAB-PI (Crédito: Efrém Ribeiro)
Chico Lucas, presidente da OAB-PI (Crédito: Efrém Ribeiro)

Chico Lucas também falou sobre o processo para escolha do novo presidente da OAB-PI. “Olha..A eleição ocorrerá muito provavelmente no dia 24 de novembro, um sábado, na última quinzena. Não foi deflagrada oficialmente, não foi lançado edital. Vários pré-candidatos, vários nomes, tantos ligados a situação como ligados a oposição, são advogados comprometidos e a gente espera que haja um respeito, diferente do que está acontecendo nas eleições gerais, como, por exemplo, o ocorrido ontem", disse, se referindo ao atentado contra Jair Bolsonaro, candidato a Presidência.

Chico Lucas, representando a OAB, repudiou o ataque. "É um ato que nós repudiamos, todos os atos de violência praticados contra qualquer candidato e eleitor. Eu acho que o debate, Amadeu, tem que ser entorno das ideias, é como o que a Meio Norte promove, como o que nós iremos promover. É um debate de palavras, e nunca contra a saúde e integridade dos candidatos. Então nós da Ordem repudiamos todos esses atos de violência e todos os outros desde a morte da Marielle, ou seja, uma vereadora assassinada”, questionou. 

E continuou: “Eu acho que todos esses atos não podemos dar uma coloração partidária aos atos, defender uns e criticar outros. Todos são repudiados veementemente pela Ordem, o debate tem que ser de ideias, até os ataque que são utilizados, as “Fake News”, devem ser combatidas. Essa questão já foi levada para o âmbito da Ordem para uma discussão, o TRE também já fez uma série de debates. Eu acho que o candidato tem que ser pro-positivo, nunca atacar a honra ou a imagem dos demais, nem muito menos sua saúde e integridade física”. 

Amadeu Campos entrevista Chico Lucas  (Crédito: Efrém Ribeiro)
Amadeu Campos entrevista Chico Lucas (Crédito: Efrém Ribeiro)

Ele explicou o porquê de não disputar reeleição para presidência da OAB-PI. “Olha..Primeiro eu havia feito um compromisso de não disputar a reeleição, eu tenho vários senões contra o instituto da reeleição. Eu não sei se ele é positivo para nossa democracia. Então por conta dessa minha posição contrária à reeleição, eu, por coerência, não me candidatei a reeleição. Então às vezes o discurso é um, e a prática é outra, então, assim, realmente você faz um discurso e quando assume uma posição de destaque, você não quer sair dessa posição de destaque e a Ordem tem uma visibilidade muito grande, ela é muito respeitada a nível nacional e estadual. Mas eu tinha que honrar minha consciência e meu compromisso, e não você candidato a reeleição”, explicou.

Chico Lucas fez um balanço positivo de sua gestão. “Olha, Amadeu, eu acho que foi positiva, principalmente no que diz respeito a Justiça e aqui quero parabenizar o papel do Tribunal na pessoa do presidente Erivan Lopes, e do corregedor-geral, desembargador Carlos Gentil, pelo trabalho que eles estão fazendo que é de destaque. O Tribunal de Justiça do Piauí sempre figurava na pior posição no CNJ em números, e em vários índices o Tribunal avançou muito. Hoje ele já não está mais nessa incomoda posição, ele já avançou no índice de produtividade dos magistrados, dos servidores, no número de conciliações e nessa semana nós tivemos a maior conquista, Amadeu, que nós almejávamos, que era o judiciário funcionar em dois turnos. A Justiça do Piauí só funcionava pela manhã e desde segunda ela ela funciona de 8h até 17h, para nós é uma mudança de cultura, de paradigma, e tenho certeza que no futuro teremos uma Justiça cada vez mais séria, sem falar, Amadeu, da questão da estruturação física, um dos projetos que nós abraçamos foi dar estrutura para o advogado exercer sua função com os escritórios compartilhados. Nós já inauguramos dois no ano passado e esse ano já inauguramos mais seis, então isso vai dar condições para que o advogado exerça sua função. Ele vai lá, tem secretária, tem computadores, sala de atendimento, sala de reunião e ele não precisa mais ter uma estrutura para exercer seu ofício, e isso favorece principalmente o jovem advogado. Então entre outras coisas eu acho que esses dois foram aqueles projetos que mais trouxeram qualidade para o exercício da advocacia”, finalizou.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar