Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Chuvas alagam Liceu Piauiense e derrubam casas em Teresina e no interior

Compartilhe

A Reforma no Liceu Piauiense está comprometida após forte chuva da tarde de ontem. Madeira e materiais de construção não poderão mais ser utilizados na obra.

Na manhã desta terça-feira (18) os profissionais da construtora tiveram muito trabalho para eliminar toda a água acumulada nas dependências da escola.

Computadores, lâmpadas, impressoras e telefones estão danificados após a chuva. A perca com o maquinário chega a 75% do total de equipamentos da escola. Dez salas de aula não tem condições de receber alunos, por isso até quarta-feira não haverá aulas.

Com outras chuvas, a escola poderá refazer o cronograma escolar até o fim das chuvas.

Outra situação de estragos após a chuva aconteceu na casa de Dona Francisca.

A estrutura da casa está totalmente comprometida, o aterro caiu e desnivelou a residência. Por isso, apresenta inúmeras infiltrações e rachaduras, além do risco de desabar.

A dona de casa solicitou vistoria da Defensoria Pública através de ação judicial. O perito Jorge André realizou vistoria na casa e condenou totalmente a permanência da família no local.

“Essa casa realmente não tem nenhum segurança”, declarou Jorge André.

Após alertas, Francisca tirou os filhos de casa e passa dias preocupadas com a possível queda de seu lar adquirido com muito esforço.

“Eu já tirei meus filhos daqui pois não vou arriscar a vida deles, na casa da minha mãe não tem espaço para eu morar e com o inverno eu fico sem saber o que fazer. Estou sem dormir, já fui até para a psiquiatra”, declarou Dona Francisca.

Outra vítima das chuvas foi Marlene, moradora do Parque Brasil II. Ela estava deitada com as filhas na tarde desta segunda-feira (16) quando o teto de sua casa desabou. A família perdeu objetos e por pouco ninguém ficou ferido.

“Quebrou geladeira, armário, fogão. Mas o melhor é que nada aconteceu com a gente. Graças a Deus estamos vivas contando a história”, declarou Marlene.

Por não ter para onde ir, Marlene e a família estão abrigadas na Associação de Moradores do Parque Brasil II e aguardará ajuda do poder público.

Segundo a Secretária Estadual de Defesa Civil, Simone Araújo, define como mais críticos os casos nas cidades de São Raimundo Nonato e Cristino Castro.

“Estamos tentando contato para saber a situação dos municípios. Ele foram mais afetados pelas chuvas no Piauí. Estamos procurando casos de desabrigamento. A situação de Teresina é diferente por não ter decreto de emergência, nesse caso as SDUs (Superintendências de Desenvolvimento Urbano) deverão agir na intervenção”, declarou Simone Araújo.







Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar