Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Corso de Teresina: 700 homens da Polícia Militar farão segurança

Compartilhe

Está se aproximando a hora da avenida Raul Lopes se transformar no maior corredor da folia em todo o Estado. A Prefeitura de Teresina, responsável pela organização e estruturação do corso, que acontece no sábado (18), finaliza os últimos detalhes. O coronel Paulo de Tarso, comandante do policiamento metropolitano da capital, informou que 700 homens da Polícia Militar foram designados para trabalhar no evento.

“A Polícia Militar está só aguardando o horário de iniciamento, nós estaremos lá por volta das 8h da manhã e ficaremos até sair o último folião. Serão 700 policiais espalhados por todo o evento, colocados em pontos estratégicos e principalmente começando a fazer o bloqueio bem cedo nas adjacências para garantir a segurança de todos”, informou.

D acordo com o comandante, não será permitida a presença dos “paredões “ no corso. O Coordenador da Comissão Organizadora Corso, Marlon Rodner, informou que foi preparada toda uma estrutura para proporcionar o bem-estar dos foliões.

Coordenador da Comissão Organizadora Corso, Marlon Rodner (Crédito: Rede Meio Norte)
Coordenador da Comissão Organizadora Corso, Marlon Rodner (Crédito: Rede Meio Norte)

“Nós teremos uma estrutura para garantir a saúde e o bem-estar dos foliões e muita segurança para realizarmos esse grande evento que pertence a população de Teresina. A Prefeitura é responsável por organizar os espaços, e pede a compreensão do povo para que realimente a gente preserve esse espaço extraordinário que é esse aqui da Ponte Estadiada”, afirmou.

Segundo o presidente, 31 caminhões já foram inscritos. “A inscrição nós prorrogamos até às 18h e já temos 31 caminhões inscritos e não acredito que é a quantidade que vai dar brilho, mas sim a qualidade e não adianta ter 400 caminhões e o corso não andar. Diferente dos anos anteriores, quando o último caminhão ia passar 23h, agora tudo ocorrerá no horário previsto”, acrescentou.





Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar