Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Débitos de mutuários com a Emgerpi chega a R$ 25 milhões

Compartilhe

A Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi) está realizando uma campanha para que os mutuários da antiga Cohab que tenham prestações em atraso possam regularizar suas situações  para, enfim, terem acesso aos documentos dos imóveis. 

Para isso, a empresa está com escritórios intinerantes tem se descolado pelo Estado, facilitando as negociações. Municípios como Altos, Demerval Lobão, União, José de Freitas e Oeiras já receberam o serviço. 

"Estamos com um trabalho em que a gente está levando a Emgerpi para próximo dos mutuários. Aqui em Teresina nós estamos fazendo um trabalho nos conjuntos, levando toda a nossa equipe para atender os mutuários in loco. Nós já fizemos algumas ações no interior do Estado e vamos planejar agora a visita a outras regiões do Piauí", destacou o presidente da Emgerpi, Ricardo Pontes. 

De acordo com o órgão, o valor acumulado do débito dos mutuários nos últimos 15 anos chega a R$ 25 milhões e a empresa está oferecendo até 90% de descontos nos juros e multas dos débitos, com base na lei. Nesta fase do programa, a prioridade é a regularização de imóveis situados na cidade de Teresina, que tem os maiores índices de inadimplência. 

"Nessa primeira etapa a gente está fazendo cobranças administrativas, com descontos de até 90%, já a segunda etapa vai ser a cobrança judicial, que é uma etapa que nós esperamos não fazer ou fazer muito pouco porque nós acreditamos que as pessoas venham negociar de forma administrativa", disse o presidente. 


Presidente da Emgerpi (Crédito: Reprodução)
Presidente da Emgerpi (Crédito: Reprodução)