Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Estudantes ocupam a reitoria da UFPI em Teresina

Compartilhe

Na manhã desta terça-feira (08), acadêmicos do curso de Licenciatura em Educação do Campo ocuparam o salão nobre da reitoria da Universidade de Federal do Piauí. Os cerca de 300 estudantes protestam contra os cortes feitos pelo Governo Federal que afetaram o curso. 

Os estudantes ainda protestam contra o fato de a UFPI não realizar vestibulares para o curso há dois semestres. De acordo com o diretor do Centro de Ciências da Educação, Luís Carlos Sales, destacou que o edital para novas vagas para o curso está garantido, bem como a continuidade da graduação na grade da universidade.

"O edital acabou de entrar aqui na reitoria. Estava previsto para sair amanhã, houve um atraso em função do agendamento, porque a Copese realizava vários concursos. O processo seletivo está garantido, o edital vai sair ainda hoje, o curso de Licenciatura em Educação do Campo vai continuar na UFPI, não vai ser fechado, não há porque dessa preocupação dos alunos”, afirmou o professor.

Estudantes protestam contra a não abertura de novas vagas no curso de Educação do Campo (Crédito: Reprodução)
Estudantes protestam contra a não abertura de novas vagas no curso de Educação do Campo (Crédito: Reprodução)

De acordo com o representante dos estudantes, Messias Nassau, o movimento acontece no Brasil inteiro e os acadêmicos buscam evitar que o Ministério da Educação extingue o curso, por conta da não abertura de novas vagas em três semestres consecutivos.  

"Esse movimento está acontecendo no Brasil inteiro, pela educação do campo. Nós não estamos contra a universidade, mas, estamos aqui para garantir os nossos direitos. Nós já estamos com dois períodos sem ingresso de novos estudantes e se a gente chegar ao terceiro período sem ingresso, vamos ter a ameaça de extinção do curso, já que o MEC já fez uma avaliação voltada para essa circunstância. Nosso movimento é pacifico e de diálogo permanente”, afirmou Messias Nassau. 

O curso de Licenciatura em Educação do Campo está presente nos quatro polos da Universidade Federal no Piauí, com 1180 estudantes matriculados. 


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar