Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Firmino Filho fala sobre pavimentação, mobilidade urbana, transporte e novas obras

Compartilhe

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, participou ao vivo do programa Agora, onde falou sobre andamento de obras, pavimentação, mobilidade urbana e novos investimentos. Além disso, respondeu perguntase tirou dúvidas de telespectadores. 

Image title

Reunião política do PSDB em Brasília

“Somos membros do PSB nacional e tivemos nossa primeira reunião para fazer debates e questão do entendimento dos trabalhos internos do partido, em Brasília, após essa nova legislatura. Nós estamos com duas grandes pendências para enfrentar: uma junto ao Ministério das Cidades, que é referente ao Parque de Pavimentação cerca de R$ 35 milhões de erais para duplicação da Manuel Aires Neto e Ulisses Marques. Além disso, 12 bairros da capital vão ganhar pavimentação poliédrica e outros vamos terminar por completo, como é o caso do Nova Bela Vista e Nova esperança, na região da Nova Teresina”, disse.


Mobilidade Urbana

“O que estamos construindo ali debaixo da Ponte Wall Ferraz é uma obra importante, porque se trata da construção da Via Sul, que se inicia ali na curva do Cefapi, passa por debaixo da Wall Ferraz e segue até a nova ponte da Gil Martins que é a ponte Alselmo Dias que ligará a Avenida Gil Martins à Avenida principal do Dirceu, que fica na zona Sudeste”, afirma.


Parque da Cidadania

“Esse parque da cidade, avaliado em r$ 12 milhões, vai transformar o local em uma referência para lazer na cidade de Teresina. Ele tem estrutura bonita e faz parte da estação ferroviária e terá atrativos como um museu de arte santeira. A inauguração será no final do ano junto com lançamento do natal da cidade. As obras correm e as mudanças são submetidas ao patrimônio histórico, porque exige postura dura sobre qualquer modificação naquela área”, acrescenta.


Hospital Monte Castelo


“Boa notícia. Nós estamos, na realidade, na fase de compra de equipamentos. No aniversário da cidade, no mês de gosto, entregaremos ele com 50 leitos para aquela comunidade. Além disso, a entrega da UPA do Renascença. A rigor tivemos um empasse com a Justiça do Trabalho e para evitar uma maior demora, optamos pelo modelo antigo. Juridicamente demoraria muito tempo para ser completada”, afirma.


Duplicação da Avenida Poti Velho


“Está paralisada por conta da desapropriações que precisam ocorrer entre a Santa Maria das Vassouras e Parque Wall Ferraz. Portanto, despropriações serão terminadas em duas semanas. Nós vamos ter a assinatura da ordem de serviço da segunda Ponte do Poti Velho. Já temos a Ponte Mariano Castelo Branco e vamos construir uma outra que vai ligar a Avenida Poti Velho à Domingos Afonso”, disse.


Prolongamento da Avenida Barão de Castelo Branco ao lado do Albertão


“Nessa obra temos parceria com o governo, mas tivemos duas dificuldades: desapropriação. A obra foi retomada pelo governo e Wellington Dias garantiu que vai entregar. É uma obra importante porque vai expandir,” disse.


Casas do Parque Firmino Filho, previsão de Concurso Público e Servisan


“Em relação ao Servisan, qualquer pagamento será feito na Justiça. Nós vamos fazer mensalmente e garantir que eles, os trabalhadores, tenham acesso ao recurso. Em relação ao Parque Firmino Filho, um assentamento já foi concluído. Sobre o concurso, temos um conjunto de novas vagas.Aliás, vamos preparar uma rodada, especial para área da saúde, em especial para preencher as vagas da nova UPA . Sobre a criação da guarda municipal, teremos a publicação do edital em agosto”, esclarece.

Image title

Mercado Central setor de Artesanato


“Depende da parceria da prefeitura com o governo. Infelizmente, é uma obra lenta, poque tem participação do patrimônio histórico. O governo federal , desde o mês de dezembro, não faz repasse. Essa crise tem prejudicado o andamento da obra”,. afirma


Strans

“Estamos buscando racionalizar. Da nossa parte, temos que enfrentar, mudar modelo de transporte urbano e fortalecer o transporte e ter novas obras. Além de fazer mudanças para otimizar a mobilidade. O novo diretor da Strans, por exemplo, possui consultoria que trabalha com prefeitura das de cidades como Fortaleza e Manaus. As mudanças feitas na Dom Severino causaram muitas mudanças. Aumentou o fluxo da Ponte Estaiada e reduziu o número de acidente”, disse.

Image title

Image title

Image title

Image title


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar