Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Gestores estariam pedindo o afastamento de Daniel Oliveira da Sejus

Compartilhe

Na edição desta quinta-feira do quadro Jogo do Poder, do Jornal Agora, o jornalista Arimateia Carvalho trouxe a informação de que o juiz titular da Vara de Execuções Penais, juiz José Vidal, contestou a informação divulgada pela Secretaria de Justiça após uma criança ser encontrada em uma cela da Penitenciária Major César Oliveira. 

A secretaria afirmou que houve uma mudança na legislação em 2014 e que a partir desta mudança, os menores de idade podem entrar no sistema prisional, para visitas. O magistrado informou ao jornalista que a secretaria se equivocou, já que, na verdade, a legislação restringiu ainda mais o acesso de menores de idade aos presídios. 

De acordo com o juiz, a legislação determina que os menores de idade só podem entrar em presídios acompanhados dos pais e com a autorização do juiz da Vara da Infância e da Juventude. Com exceção dos casos em que os próprios pais dos menores sejam os visitados, ou seja, estejam presos. O juiz José Vidal ainda disse para o jornalista que o secretario de Justiça do Piauí pode ser punido se não cumprir esta lei. 

Jogo do Poder (Crédito: Reprodução)
Jogo do Poder (Crédito: Reprodução)

Sobre o assunto,  a jornalista Samantha Cavalca afirmou que o governador Wellington Dias, que está em Brasília, recebeu ligações de secretários do governo questionando se a manutenção de Daniel Oliveira à frente da Secretaria de Justiça é a melhor saída para o governo neste momento. Segundo a jornalista, o governador não se posicionou sobre o assunto. 

Pesquisa 

O Instituto Paraná Pesquisas divulgou um pesquisa que pode não ser um bom presságio para os parlamentares que votarem contra o prosseguimento das denuncias contra o presidente Michel Temer. O instituto fez duas perguntas aos eleitores.

A primeira foi: "você votaria em um deputado que votasse pelo arquivamento da denúncia contra Michel Temer?” Neste caso, 74,9% dos entrevistados disseram que não votariam, 13,3% afirmaram que votariam, 8,5% responderam que talvez votariam e 3,3% responderam que não sabem.

De acordo com a analise dos jornalista do Jogo do Poder, a pesquisa não deve alterar a intenção de voto dos deputados a respeito da denuncia contra Temer. Especialmente pelo fato de os parlamentares acreditarem que há um ano das eleições, o voto favorável a Temer não implicará em grandes prejuízos na votação de 2018.