Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

No Dia Mundial do Perito Criminal profissionais comemoram avanços tecnológicos no Piauí

Compartilhe

No Dia Mundial do Perito Criminal, os profissionais piauienses, 42 médicos legistas, 35 peritos criminais e 22 na academia de polícia, que trabalham com modernos equipamentos que contribuem na celeridade e resolução de casos.

Com uso de equipamento de imagen avançado é possível identificar dados de veículos, mesmo em posição de difícil visualização.

“Você tem um placa a uma certa distância, é tirada uma fotografia e depois aplicada uma função do software, onde é possível girar e ampliara a imagem da placa”, declarou Robson.

“Você pode ter uma gravação de áudio em que o suspeito do crime fala e com a coleta de padrões é possível identificar a voz”, disse Rawlinson Ibiapina, perito criminal.

No ano de 2013 o IML (Instituto Médico Legal) de Teresina, registou 9.665 casos de mortes. Em 2014 já foram registrados 8.002. São casos de estupros, homicídios, lesões corporais, crimes de trânsito, entre outros.

O laboratório de comparação balística da perícia de Teresina é um avanço capaz de identificar armas e projéteis.

“Os projéteis são retirados dos cadáveres no IML, vem para o Instituto de Criminalística e são valiados e comparados com padrão de armamento suspeito”, declarou Gerônimo Silva, perito criminal.

O Departamento de polícia científica trabalha com o instituto de criminalística, IML e instituto de identificação.

Carlos Belfort, perito criminal em Teresina afirma que esses avanços tem ajudado o trabalho da perícia.

“Esses equipamentos tem ajudado bastante na resolução de casos emblemáticos no Piauí, na maior parte dos casos é possível chegar a uma conclusão”, declarou Carlos Belfort.

Peritos citaram o Caso Fernanda Lages como marco na perícia piauiense, com uso de avançada tecnologia para resolução do caso, como exame de DNA e toxicológico.





Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar