Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Jornal Agora

Taxistas regularizados alegam prejuízos com a atividade irregular no Piauí e Maranhão

Compartilhe

A situação de táxis irregulares tem preocupado os taxistas regularizados não apenas em Teresina, mas em vários municípios do Estado.  Em Teresina, mais de 50 veículos desempenham papel de táxis de forma irregular. Alguns deles, vem de Timon e de cidades da Grande Teresina (municípios próximos da capital).

A equipe do Programa Agora averiguou a situação desses motoristas em Teresina, Parnaíba e São Luís, no Maranhão.  

“Num dado momento que um taxista em situação irregular roda aqui em Teresina nos prejudica, cabe à prefeitura e a Strans (Superintendência de Trânsito) fazer a fiscalização. Isso é irregular e proibido por lei. Já denunciamos várias vezes, mas pouco foi feito. Esses taxistas não são cadastrados na Strans  e colocam em risco a população além de prejudicar os taxistas que estão em situação regular. Os taxistas tem treinamento e são pessoas preparadas para conduzir passageiros. O que queremos é que a Strans mostre trabalho e fiscalize mais”, disse Pedro Ferreira, presidente do sindicato dos taxistas de Teresina.

Em Parnaíba, o sindicato dos taxistas foram reorganizados com preparação em idiomas, em veículos com taxímetro e ar condicionado.

“Os taxistas receberam treinamento em vários aspectos. O próprio sindicato tem uma comissão de fiscalização que trabalha junto com a Guarda Municipal. O que não permitimos é que taxistas de Teresina venham para Parnaíba tirar o ‘pão’ do taxista daqui. Ele é muito bem recebido para passear, mas para trabalhar aqui não”, disse Romualdo Sena, presidente do sindicato de taxistas de Parnaíba.

Em São Luís, muito motoristas fazem corridas a preços mínimos e afirmam que não tem apoio da prefeitura serem regularizados. Os taxistas em situação regular reclamam os prejuízos, mas a situação permanece assim há anos.


Image title

Image title


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar