Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros
Bom Dia Meio Norte

Homem mata a própria tia com pauladas e facadas dentro de cemitério em Caxias

Homem mata a própria tia com pauladas e facadas dentro de cemitério em Caxias
Samuel Abreu | Reprodução/Polícia Civil
Compartilhe

Um jovem identificado como Samuel de Abreu, de 20 anos, foi preso pela Polícia Civil após ser acusado de matar a própria tia dentro do cemitério e de tentar matar outra tia a pauladas na cidade de Caxias.

De acordo com informações, as duas idosas teriam ido ao cemitério fazer a visita de sétimo dia da irmã, mãe do acusado, quando foram surpreendidas pelo sobrinho que atacou as duas. Uma sobreviveu e a outra morreu em cima do túmulo do pai.

Tia do acusado foi morta a pauladas e facadas em cima do túmulo do pai

“O objetivo dele seria a Francisca, ele tinha uma rixa com ela, ele chegou dando facadas na cabeça dela ela caiu e desmaiou logo, então ele achou que ela estava morta, ai para não deixar testemunha ele foi matar a Maria das Graças, ela não teve a mesma sorte e foi morta após ser atingida com pauladas e facadas, mas quem ele tinha um problema, que era a Francisca, ele não matou”, declarou o irmão das vítimas e tio do acusado.

“Para mim tudo é por causa de uma casa velha que tem aí, uma herança deixada pela mãe dele, isso cresceu na cabeça dele, ele achou que as duas irmãs poderiam tomar de conta da casa”, completou.

O pai do acusado, Bernardino de Abreu, quer que o filho permaneça preso. “Ele tem que pagar pelo que ele cometeu , quando saiu a noticia eu não tinha nenhuma duvida que tinha sido ele, não quero que ele saia da prisão”, falou bastante emocionado.


Pai do acusado se emociona e pede que o filho continue preso

Segundo o delegado que comandou a prisão, a polícia agiu rápido para evitar que ele tentasse matar novamente a idosa que tinha sobrevivido. “Pedimos a prisão e foi acatado pela Justiça, nós tínhamos certa urgência porque ele já estava vendendo as coisas em casa para poder ir embora e havia um receio também que ele pudesse atentar novamente contra a vida da tia que sobreviveu , ela já havia recebido alta hospitalar, estava em uma casa no mesmo bairro e havia esse medo que ele pudesse tentar de novo. Nós fizemos a investigação e todos os indícios apontam ele como autor, a tia que sobreviveu já confirmou que foram agredidas por ele, não resta nenhuma dúvida”, declarou.

O homem atacou as duas idosas no momento em que elas acendiam vela em cemitério

Samuel de Abreu foi preso tentando vender os móveis para fugir da cidade


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar