Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Bom Dia Meio Norte

Mãe pede ajuda para bebê que nasceu com má formação no cérebro

Compartilhe

Uma mãe procurou a Rede Meio Norte para fazer um apelo para salvar sua filha que nasceu com uma má formação do cérebro e precisa de uma internação junto com cirurgia. As duas moram na Vila Meio Norte.

Maria Ivone Sousa é mãe de Ruth, de apenas 7 meses. A bebê possui uma má formação e precisa ser internada. Maria Ivone relatou que descobriu ainda na gravidez o problema da filha. 

“Eu fiquei sabendo na gravidez, me internei na Evangelina Rosa. Os médicos fizeram um exame que comprovou que ela tinha um problema na cabeça. Eu estava com cinco meses, já sabia que ela ia nascer assim mas mesmo assim eu aceitei levar a gravidez até o fim”, declarou.


Maria Ivone declarou que a partir do momento que Ruth nasceu sua vida mudou completamente. “Assim que tive ela eu só ando em hospitais, não durmo mais, ela vive com dor de cabeça, esses dias ela piorou porque estourou. Eu preciso de uma clínica para internar ela, ela precisa de um suporte. Já fui no HUT, Evangelina Rosa e esses lugares não tem suporte”, declarou.


Segundo a mãe, os médicos afirmaram que a pequena só tinha apenas 24 horas de vida. “Ela está sentindo muita dor, estou esperando mesmo um milagre de Deus na vida da minha filha. Um médico cirurgião na maternidade disse que vai fazer a cirurgia dela, mas como ela piorou não da para esperar até quinta para ele ver ela novamente. Uma médica falou que consegue fechar a boquinha dela no Hospital São Marcos, mas na cabeça não pode fazer nada, mas em Recife e no Rio de janeiro me disseram que tem como fazer a cabeça. Eu não posso esperar minha filha morrer em casa, se tiver algum médico de bom coração, uma clinica para internar minha filha eu preciso urgentemente. Nem deitar eu consigo mais porque doi de todos os lados, é 24 horas acordada com ela, o que eu puder fazer para cuidar da minha filha eu vou fazer porque ela é um presente de Deus, eu confio muito nele porque para os médicos ela não tem mais vida”, desabafou.

Quem puder ajudar Maria Ivone com doações, ou algum médico se disponibilize é só entrar em contato com: (86) 99935-1421.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar