Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Bom Dia Meio Norte

Menina que teve casa destruída em incêndio recebe doações

Compartilhe

Incêndios ocorridos no povoado Lagoa do Aprazível, na zona rural de José de Freitas (55km de Teresina), destruiu cinco casas e deixou famílias desabrigadas, sem geladeiras, TV’s, máquinas de lavar, fogões, armários, etc. O proprietário de um sítio na região, Francisco Gomes de Sousa, disse que o incêndio foi iniciado com queimadas no povoado Baixa Escura e foi se alastrando por toda região da zona rural de José de Freitas.

Mas o que chamou mesmo a atenção dos telespectadores através da reportagem da jornalista Cinthia Lages foi a pequena Ana Carolina, de 5 anos, que foi atingida emocionalmente pelo incêndio. Na reportagem, ela repetia tudo que foi destruído na casa e lamentava que o fogo também destruiu os brinquedos que ganhou do Dia das Crianças.

“Queimou o vídeo-game, minha boneca e minhas panelinhas que ganhei do Dia das Crianças. Até minha farda queimou, como vou para a escola?”, indagou a criança andando com a mãe dentro da casa queimada.

O seu gesto emocionou os teresinenses e causou uma grande comoção. No último final de semana várias pessoas se deslocaram até a criança para lhe entregar presentes. Sua alegria e carisma continuam se destacando e Ana Carolina agradeceu a todos.

“A minha vida não está bem porque minha casa queimou todinha, derreteu meus brinquedos. Eu gostaria de ganhar uma bonequinha de barbie e uma grande. Mas agora estamos na casa do vizinho”, detalhou ela sorridente.

O professor Sergio Mendes, da Universidade Federal do Piauí, e o policial militar Jairo fizeram questão de ir até o local entregar doações para a família e para a menina. “A Aninha é uma garota cativante que comoveu não só Teresina mas todo o Brasil, e ela com essa alegria, demonstração de viver em meio a toda uma catástrofe acontecida com a família ficou com esse sorrido estampado no rosto, demonstrando para gente que ainda tem esperança. Em pequenos gestos como esse a gente consegue abrandar o sofrimento de uma criança”, declarou o professor que deu uma bicicleta para Ana Carolina. “É o momento de ajudar, a gente tem que ser muito solicito e cada um fazer a nossa parte”, disse o policial.

A mãe de Ana Carolina continua lutando por uma vida melhor. “Minha casa foi toda destruída, o dinheiro que eu tinha, que eu estava juntando, os vizinhos ainda tentaram tirar alguma coisa mas não deu tempo, agora eles me acolheram. Mesmo diante de toda tristeza todo tempo a Ana é alegre, quando eu estou chorando ela me pede para não chorar. Ela só queria uma boneca porque a dela tinha queimado e é muito bom ver minha filha feliz”, afirmou.

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

 class=



Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar