Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
Bom Dia Meio Norte

Secretário de Desenvolvimento Rural diz que valor de contratos pagos sem ser executados é de R$ 50 milhões

Compartilhe

Na manhã desta terça-feira (10), o programa Bom Dia Meio Norte recebeu em seus estúdios Francisco Limma, Secretário de Desenvolvimento Rural, que visitou nesta segunda-feira (09), em São Paulo, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva para tratar de assuntos sobre o Piauí.

“Eu queria aproveitar para parabenizar o meu partido, todos os filiados nesses 35 anos de construção partidária, de influência. Aproveitamos ontem e fizemos uma visita, eu e o deputado Assis Carvalho e um grupo de italianos que tem a pretensão de desenvolver projetos aqui no Piauí na área de produção. E lá, a convite do presidente estivemos no Instituto Lula e tratamos de coisas gerais, mas sobretudo desse interesse do Piauí”, afirmou.

Sobre o seu trabalho, o deputado afirmou que está dividido. “Agora eu estou me dividindo no meu mandato parlamentar, e também acompanhando alguns projetos e ideias junto com a equipe da secretaria. Eu estou bastante animado sempre acreditei que nós precisamos ter um grande investimento na produção, e o outro é você percebe um grande volume de ações, mas também com pouca gente, poucos equipamentos, como é uma ação rural nós precisamos verificar se elas estão só no papel ou não. O mais estranho foram contratos assinados  e pagos sem estar sendo executado, o valor total do convênio são quase R$ 50 milhões. O Emater está nesse momento se debruçando para ver o que foi executado. Então estamos verificando em cada projeto, vimos também que todos os projetos aprovados estavam no mesmo município. O dever de qualquer gestor é ver a legalidade dos contratos, depois é o que está contratado, e o que foi pago, foi executado? Temos que ver isso. Nós vemos agricultores familiares, assentamentos requisitando a inscrição no programa de subsidio de energia elétrica, mas no mês de dezembro foram mandados todos os pedidos para a Eletrobras”, disse.

Ao ser indagado sobre como serão os seis primeiros meses de governo, o secretário afirmou. “Eu acho que são seis meses de muito trabalho, muita luta para reorganizar o estado, e as decisões não serem tomadas apenas põe questões políticas e sim por questões das necessidades das pessoas”, finalizou.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar