mais
MN40graus

Mãe tortura, ameaça e bate no próprio filho com faca em Teresina; vídeo!

As imagens da agressão começaram a circular nas redes sociais nos últimos dias. O caso foi denunciado ao Conselho Tutelar de Teresina que tomou providências nesta quarta-feira (21).


Uma mulher que não teve seu nome revelado ameaçou o próprio filho com uma faca e gravou um vídeo para mostrar ao ex-companheiro. As imagens da agressão começaram a circular nas redes sociais nos últimos dias. O caso foi denunciado ao Conselho Tutelar de Teresina que tomou providências nesta quarta-feira (21). 

Em entrevista ao programa MN 40º, o conselheiro tutelar Itapuã Cavalcante, explicou que a mulher foi levada à Delegacia para ser ouvida, mas não foi presa. 

"O conselho recebeu a denúncia anônima e, por volta das 10h da manhã, nos dirigimos ao endereço que constava na denúncia, no Real Copagre, a residência de uma senhora que cuidou dela (a avó), mas não se encontrava lá. Fomos para Aroeiras, se não me engano, e conseguimos encontrá-la e a conduzimos até a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), para realizar o Boletim de Ocorrência (BO). Segundo ela, já está com 2 meses isso [a gravação do vídeo], já tinha saído do flagrante. O delegado é quem vai tomar os procedimentos". 

Conselheiro Itapuã Cavalcante explica procedimentos tomados contra a mulher | FOTO: ReproduçãoConselheiro Itapuã Cavalcante explica procedimentos tomados contra a mulher | FOTO: Reprodução

Segundo o conselheiro, ela teria gravado o vídeo para chamar a atenção do ex-companheiro. "Ela teria feito isso por causa do ex-companheiro, queria que ele voltasse para o relacionamento. Essa foi a motivação, segundo ela, por desavenças que teve com o ex-companheiro e para atingi-lo, fez aquele vídeo". 

A mulher tem outros dois filhos, que vivem com os avós maternos. Segundo o conselheiro, as agressões teriam acontecido em sua própria casa. "As crianças moram com os avós maternos. Ela é vizinha dos avós. Amanhã vamos reunir o colegiado do Conselho para decidir quais as medidas que vamos pedir providências ao juiz", informou. 

Canais de denúncias

Ele ressaltou que as denúncias contra maus tratos a crianças podem ser denunciados por meio do Disk 100. "Esse é o número nacional de atendimento aos direitos de crianças e adolescentes. A denúncia é encaminhada para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Conselho Tutelar e nós tomamos as providências cabíveis".


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail