Por Victor Melo e Felipe Reis

Atualizado às 20h41

A professora Priscila foi libertada, sem ferimentos, após mais de 2 horas de negociação. A vítima estava sendo mantida refém por um homem armado em frente ao 11° Batalhão de Polícia Militar de Timon, no Maranhão. 

Disparos de contenção foram realizados no local após o suspeito reagir, sendo alvejado e socorrido pelo SAMU, que se encontrava no local.  A professora foi amparada por familiares e também atendida pelo Samu. O homem estava armado com uma faca e não se sabe até o momento o que teria motivado toda a situação. 

Assista  com exclusividade ao exato momento:

Mulher é feita refém dentro de veículo na frente do 11° Batalhão de Timon

Uma mulher, identificada apenas como Priscila, está sendo feita refém por um homem dentro de um veículo, na noite desta quarta-feira (23), na frente do 11° Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Timon, no Maranhão. Equipes da Polícia Militar isolaram a área e tentam a negociação para a liberação da vítima. A mulher está no volante e o suspeito no banco do passageiro. 

Em entrevista ao Meionorte.com, a Capitã Ibiapina, do 11° BPM, explicou que as motivações da situação ainda não foram identificadas. Um negociador do Piauí foi acionado para tentar contornar a situação, que está em andamento e já passa de 2 horas. “Não sabemos a motivação e está indo um negociador do Piauí para intervir na situação e a Polícia Militar está lá para intervir a qualquer reação”, explicou. 

O homem está armado com uma faca mantendo a vítima, que é uma professora, sob ameaça. Parentes da mulher estão no local. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência está no local.