Audiência do caso Biel é marcada para o dia 31 de agosto em SP

Artista é acusado de assédio sexual contra repórter

A primeira audiência do processo de injúria movido pela jornalista Giulia Pereira, 21 anos, contra o cantor Biel será realizada em 31 de agosto no Jecrim, Juizado Especial Criminal, na Barra Funda, em São Paulo. O artista será intimado nas próximas semanas e poderá ficar cara a cara com a jovem.

Biel está ainda sendo investigado pela Delegacia da Mulher sob acusação de assédio sexual após chamar a profissional de “gostosinha” e dizer que “a quebraria no meio”. Em recente entrevista a um programa de TV, Giulia falou sobre o caso:

"Eu desci muito nervosa, eu estava muito nervosa. Comecei a tremer, porque na hora você vai deixando passar e tenta ignorar um pouco disso para continuar com o seu trabalho. Mas quando você sai, é que cai a ficha. E você começa a perceber os absurdos. E eu peguei um táxi e fui pra casa de uma amiga, que é perto de onde foi a entrevista. Como já estava tarde, eu fui pra lá direto. Eu cheguei lá já chorando", disse.

A jornalista rebateu as críticas que surgiram sobre sua postura na hora da entrevista. Nas imagens divulgadas, ela chega não repreende a conduta dele.

"Eu ser simpática não dá abertura para ele nem para ninguém fazer os comentários que ele fez. De me oferecer beijo, de perguntar se eu queria que ele mostrasse a heterossexualidade dele, de me chamar de gostosa. Não existe isso. Nem em entrevista e nem em lugar nenhum", afirmou.

Relembre o caso

No dia 3 de maio, durante uma entrevista, o cantor, após dizer à repórter "se te pego, te quebro no meio", a xingou de "cuzona" para, depois, pedir um beijo.

O primeiro trecho da conversa aconteceu enquanto a jornalista acompanha a entrevista feita por outro repórter com Biel. Após a jornalista dizer que tem quase a mesma idade do artista, ele dispara: "Se te pego, te quebro no meio".


Biel  (Crédito: Reprodução)
Biel (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Extra