Condenado por sonegação, Neymar vai ter que pagar R$ 188,8 mi

Neymar foi considerado culpado por sonegação de imposto de renda.

A 20ª Turma da Delegacia da Receita Federal, do Rio de Janeiro, considerou o jogador Neymar culpado por sonegação de imposto de renda da pessoa física e fraude. De acordo coma decisão, o craque do Barça terá que pagar R$ 188,8 milhões em impostos atrasados, juros e multas. Ainda cabe recursos ao Carf (Conselho Administrativo da Recursos Fiscais), que fica em Brasília.

O atleta brasileiro utilizou a Neymar Sport e Marketing e a N & N Consultoria e N & N Administração de Bens para deixar de pagar ao menos R$ 63,6 milhões entre 2012 e 2014. Ao todo, considerando correção monetária, as multas alcançam R$ 125,2 milhões. Ele também teve o iate, o jatinho e residências blogueados pela Justiça Federal.

"Analisando-se os atos e negócios jurídicos levados a efeito pelo contribuinte [Neymar], as três empresas mencionadas e seus sócios [os pais do jogador], é possível confirmar que foram praticados por eles negócios jurídicos simulados, fraudulentos", escreveu a auditora fiscal Claudia Develly Montez, relatora do caso.

No cado do bloqueio, foi uma decisão da sétima Vara Federal de Santos que determinou, na semana passada, o bloqueio de R$ 192.782.293,84 do jogador Neymar, de seus pais - Neymar da Silva Santos e Nadine da Silva Santos. Além dos itens já citados, ele também terá contas bancárias bloqueadas.

Os advogados do craque podem, entretanto, entrar com um recurso e tentar recuperar o jato e o iate. Além disso, podem recorrer no caso da condenação. 

Neymar
Neymar




Fonte: Com informações da Folha de São Paulo