Wellington Dias libera recursos para combate a incêndios

O programa Agora vai exibir uma reportagem sobre o caso.

Sensível ao momento delicado por qual passa o estado, em especial Teresina, com onda de queimadas que aflige a capital, o governador Wellington Dias liberou, nesta quinta-feira (13), recursos para a compra do horário de folga dos bombeiros para reforçar o trabalho de combate a incêndios em todo o território piauiense.

Image title

A aquisição de novos equipamentos e expansão de batalhões por cidades polos do estado, como Floriano, Picos Teresina, e Parnaíba, permitem aos bombeiros um maior poder de reação frente aos incêndios. “Estamos liberando mais recursos para o combate a esses incêndios. Desde 2015, nós trabalhamos na expansão dos batalhões, adquirindo equipamentos, além de ampliar o trabalho com bombeiros voluntários, dispondo de equipamentos para que a sociedade civil possa ajudar. Isso tem permitido bons resultados. Parabéns a toda a equipe dos bombeiros que estão se empenhando nesse trabalho”, destaca o governador.

Além da liberação dos recursos, o governador irá solicitar o reforço do Exército Brasileiro, da Defesa Civil, das brigadas voluntárias, além da Polícia Militar, na efetivação do reforço desse trabalho conjunto. A Secretaria Estadual de Governo já está realizando o contato com esses órgãos.

Papel da população

Comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Piauí, tenente-coronel Carlos Frederico, ressalta a importância da colaboração da comunidade, que deve evitar a prática de atividades que propiciam a propagação de queimadas durante esse período mais seco do ano. “Infelizmente nós ainda possuímos uma cultura de queimada, pessoas que jogam bagana de cigarro no meio das estradas, pessoas que ascendem fogo no lixo para queimar, e tudo isso gera risco. É necessário que a população possa cooperar. Cooperar no sentido de evitar qualquer ato que gere incêndio", explica.

Investimento

Mais de R$ 3 milhões foram investidos, desde o ano passado, na estruturação e aparelhamento do Corpo de Bombeiros e capacitação de pessoal. Atualmente o Corpo de Bombeiros conta com viaturas bem estruturadas e novas ferramentas de combate a incêndios. Dentre as novidades, estão as bombas de incêndios instaladas em picapes com o objetivo de obter rapidez no atendimento e boa mobilidade nos deslocamentos. O desempenho da nova ferramenta tem correspondido às expectativas, além de facilitar o trabalho do efetivo.

76 incêndios foram registrados em Teresina somente em outubro

O chefe de operações do Corpo de Bombeiros, Kleber Soares, informou  que foram registrados, durante o mês de outubro, 76 incêndios e queimadas em Teresina. Sendo que, 60 foram em matas e 16 incêndios em terrenos baldios.

Os incêndios também causaram destruição de seis casas, seis estabelecimentos comerciais,  uma indústria e um veículo.  Segundo Kleber, ontem foram registrados, em Teresina, 14 incêndios, sendo que, 12 foram em matas e dois em terrenos baldios.

O Major Egídio Leite, disse que as queimadas e os incêndios foram registrados nos povoados Soinho, Cacimba Velha, na Ladeira do Uruguai, Vila Inglesa, Estrada da Alegria, Parque de exposições e na Meruoca. Também ocorreram incêndios na região do município de José de Freitas, Palmeiras e União.

O Corpo de Bombeiros está relacionando os focos de queimadas aos agricultores, mas não descarta de ter um “piromaníaco” causando os incêndios.

“Por causa dos muitos focos ocorridos em Teresina, não descartamos de que tem um piromaníaco colocando fogo na cidade. Algum tempo, existia um andarilho em Teresina que tinha, como prazer, colocar fogo em terrenos baldios e nas matas”, declarou o major José Veloso, diretor de engenharia do Corpo de Bombeiros.

Nesta quarta-feira (12/10), um incêndio de grande proporções atingiu a mata por trás da “Rodoviária dos Pobres”, na Ladeira do Uruguai, na BR-316, na zona Leste de Teresina. O fogo atingiu um dos estabelecimentos do local e se espalhou rapidamente.

Incêndios também foram registrados na zona Sul, Norte e Leste da cidade. Outro foco de incêndio também foi visto nas margens do Rio Parnaíba, no lado de Timon. Os carros dos Corpos de Bombeiros se espalharam pela cidade para tentar conter todas as chamas.

Incêndios ocorridos no povoado Lagoa do Aprazível, na zona rural de José de Freitas (55km de Teresina), destruiu cinco casas e deixou famílias desabrigadas. Também foi registrado queimadas na zona rural de União onde em mais de 24h, os focos destruíram residências e causaram destruição.

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Efrém Ribeiro