Correios param nesta quinta, mas atividades é retomada na sexta

Somente 250 funcionários do órgão aderiram ao movimento

Em assembleia realizada na noite desta quarta-feira (14), os trabalhadores dos Correios do Piauí aderiram a greve por tempo indeterminado. Nesta quinta, 250 profissionais do órgão pararam suas atividades.

Mas, segundo José Rodrigues, presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Piauí (Sintect), devido o movimento ter tido pouco adesão as atividades do órgão retornam normalmente já nesta sexta-feira. Somente 250 funcionários aderiram ao movimento.

Os trabalhadores dos correios lutavam por um reajuste salarial de 15%, por mais segurança, manutenção do plano de saúde e realização de concurso público.

São 25 o número de sindicatos do país, e deste 25 aceitaram o reajuste e fizeram o acordo coletivo. O sindicato informou que a proposta da empresa era 6% agora, e 3,5% a ser pago a partir de fevereiro.

Segundo a assessoria dos Correios, um levantamento realizado mostra que 98,6% do efetivo da empresa não aderiram à paralisação, o que corresponde a 114.667 empregados, número apurado por meio de sistema eletrônico de presença. Informam ainda que as agências estão abertas e os serviços, inclusive a entrega de Sedex e o Banco Postal estão disponíveis.

Das bases sindicais que rejeitaram a proposta, apenas 6 optaram por entrar em greve: Ceará, Minas Gerais, Piauí, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe.


 


Fonte: Portal MN