Museu da Imagem e do Som de Teresina terá o nome de Júnior Araújo

O museu funcionará no antigo prédio da Câmara na rua climatizada

A Câmara Municipal de Teresina, aprovou nesta terça-feira (5), por unanimidade, que o Museu da Imagem e do Som, tenha o nome de Francisco das Chagas Júnior Araújo, idealizado do coletivo Salve Rainha que foi morto em acidente ocorrido no último dia 26 de junho, na avenida Miguel Rosa. Na colisão, Na colisão morreu de imediato, Bruno Queiroz, irmão de Júnior Araújo e deixou ferido o jornalista Jader Damasceno.

O Museu será construído na antiga sede da Câmara Municipal que fica localizado na rua climatizada, no centro de Teresina, e ainda não tem dada para ser inaugurado.

Segundo o vereador Edilberto Borges, o Dudu (PT), que fez o pedido, a intenção é que a Prefeitura possa homenagear o produtor cultural. Ele acredita também que o local servirá de lembrança para que as instituições públicas fiquem alertas para poder trabalhar para que se diminua o número de mortes no trânsito de Teresina.

Júnior Araújo teve sua morte decretada em 29 de junho, mas devido sua família doar seus órgãos,  seu sepultamento ocorreu em 02 de julho no cemitério Jardim da Ressureição, na zona leste de Teresina.

A outra vítima do acidente, o jornalista Jader Damasceno continua internado em hospital particular da capital, mas não corre risco de morte.

Nesta segunda-feira (04), a vice-governadora Margarete Coelho recebeu Franscisco das Chagas Araújo, pai dos jovens idealizadores do Salve Rainha, mortos no acidente. Na ocasião ele pediu apoio da vice-governadora, pediu justiça e ressaltou a importância de uma mobilização e conscientização em torno de acidentes de trânsito na capital.


Júnior Araújo morto em acidente na avenida Miguel Rosa
Júnior Araújo morto em acidente na avenida Miguel Rosa









Fonte: Portal MN