Número de infectados pelo ebola pode aumentar em até 7 vezes, alerta OMS

Número de infectados pelo ebola pode aumentar em até 7 vezes, alerta OMS

Número de infectados pelo ebola pode aumentar em até 7 vezes, alerta OMS

O surto de ebola que acomete a África Ocidental se tornou ainda mais grave nos últimos dias. De acordo com a OMS, 3.069 casos já foram registrados, e o número real de doentes pode ser de duas a quatro vezes maior do que sugerem os dados oficiais. Cerca de 40% dos casos foi registrado nas últimas três semanas.

O número de mortos chega a 1.552.

A perspectiva, até que o surto seja controlado, também não é boa. Dados da OMS mostram que mais de 20 mil pessoas podem ser infectadas, número quase sete vezes superior ao registrado hoje.

O surto do vírus, que começou na Guiné em março e se espalhou pelas vizinhas Libéria e Serra Leoa, assim como pela Nigéria, exige uma imensa e coordenada resposta internacional, disse a OMS.

De acordo com a NBC, a OMS vai precisar de US$ 490 milhões para combater o surto ao longo dos próximos seis meses. Os profissionais da área da saúde também estão pagando um preço alto pelo seu trabalho.

Segundo a OMS, 120 morreram , e 240 foram infectados.

Entre as causas para a contaminação entre a equipe, de acordo com a organização, estão o número reduzido de profissionais, o uso inadequado dos equipamentos de segurança e o fato de alguns médicos trabalharem mais horas do que o máximo recomendado, chegando a fazer plantões de 12 horas.

“Uma equipe exausta tem mais chance de cometer erros”, diz o documento da OMS.

Também foi lançado nesta quinta-feira (28) um guia da OMS que vai orientar os países e a comunidade internacional envolvidos no combate ao surto sobre quais as prioridades para o tratamento dos doentes e reforças as instruções de segurança aos envolvidos.

O documento pretende interromper a propagação do vírus em um prazo de seis a nove meses e impedir que a epidemia se alastre para outros países.

LEIA MAIS:

Ebola no Brasil? Boatos que circulam pela rede são falsos

Ebola já matou 887 pessoas na África, diz novo balanço da Organização Mundial da Saúde

Fonte: Brasil Post