Acusado de matar ex-mulher com 29 facadas é agredido em audiência

Familiares da vítima de revoltaram e agrediram o acusado.

José Antônio de Oliveira, de 43 anos, acusado de  matar sua ex-mulher Ana Paula Nobre com 29 golpes de facão em novembro de 2015, na cidade de Colônia do Piauí, foi agredido por familiares da vítima durante audiência no fórum Desembargador Cândido Martins, no centro de Oeiras, na última nesta terça-feira. 

De acordo com informações da Polícia Militar, alguns familiares de Ana Paula se exaltaram durante a audiência. Um deles, que não teve o nome divulgado, acabou dando um chute na altura do estômago do acusado, que chegou a cair, sendo socorrido por policiais responsáveis pela sua condução até o fórum. A defesa pediu adiamento do audiência, visto que um dos advogados encontra-se com dengue. 

No dia 26 de fevereiro deste ano, José Antônio de Oliveira, de 43 anos,  se apresentou ao delegado Antônio Nilton. Ao lado dos advogados Eduardo Rodrigues e Fleyman Fontes, não respondeu nenhuma pergunta e , segundo a defesa, ele permanecerá em silêncio e só deverá se pronunciar perante o juiz.

Após isso, foi levado para a penitenciária de Oeiras, onde segue preso cumprindo um mandado de prisão expedido em 25 de novembro.

Entenda o caso

José Antônio, que trabalhava como gesseiro em outro estado, estava inconformado com o fim do relacionamento. No  dia do crime, ingeriu bebida alcoólica e foi até a casa da ex-esposa, que encontrava-se dormindo na companhia de dois filhos,  uma menina de 13 anos, fruto do relacionamento com o agressor, e um rapaz de 18 anos, de nome João Victor, fruto de outro relacionamento.

Transtornado, desferiu 29 golpes de facão contra a ex- esposa Ana Paula Nobre, e ainda feriu o filho da vítima que, desesperado, tentou evitar a tragédia. Ana Paula era natural da cidade de Floriano e vivia em Colônia do Piauí há muitos anos.



Fonte: Portal Meio Norte