'Não foi assalto', diz Baretta ao investigar assassinato de taxista

Pedro Manoel de Oliveira Neto foi morto com dois tiros no Dirceu.

Às 2h da madrugada desta segunda-feira, dia 22 de agosto, um  taxista identificado como Pedro Manoel de Oliveira Neto, de 37 anos, foi assassinado com dois tiros de revólver, que atingiram a barriga e o braço,  na Avenida Joaquim Nelson, no conjunto Dirceu, na zona Sudeste de Teresina.

De acordo com o delegado Baretta, da Delegacia de Homicídios, a vítima estava em movimento levando dois passageiros no momento em que foi abordado por dois homens em uma motocicleta e efetuaram vários disparos contra o veículo, atingindo o taxista e um dos passageiros, que seria o alvo dos criminosos.

Veículo atingido com vários tiros (Crédito: Reprodução)
Veículo atingido com vários tiros (Crédito: Reprodução)

Os agentes da Polícia Civil informaram que os bandidos queriam matar um jovem identificado apenas como Renan, de 18 anos, que estava dentro do táxi. O veículo atingido é  Prisma, de placas PIH-9599. Um perito do Instituto de Criminalística da Secretária Estadual de Segurança, vai realizar perícia no veículo e buscar possíveis digitais dos suspeitos pelo crime.

"Os policiais estão diligenciado no sentido de realmente confirmar as informações que, segundo consta, eles começaram uma desavença dentro da Halley Danceteria, no Dirceu, com um indivíduo identificado como 'Zé Colméia'. De lá saíram o Renan e outro indivíduo. Quando chegaram na Av. Joaquim Nelso n, deram sinal para o táxi e pouco tempo depois uma moto modelo XLR de cor vermelha emparelhou e um dos indivíduos que seguia na moto começou a realizar os disparos contra o veículo", contou.

De acordo com o delegado, o taxista teve morte imediata. "Um dos tiros atingiu o taxista de forma fatal. O Renan pegou um tiro de raspão e o passageiro do banco de trás não sofreu nenhuma lesão e ele se ausentou do local", acrescentou. 

Baretta explica que não se trata de um assalto, como foi divulgado por alguns meios de comunicação. "Tem sido recorrentes os crimes ocorridos na região Sudeste. Nesse caso recente, em que  foi a óbito o taxista, não foi um assalto. Ele ia levando essas duas pessoas e a investigação segue muito bem e já foi repassada para o delegado responsável", finalizou. 

Pedro Manoel de Oliveira Neto (Crédito: Rede Meio Norte)
Pedro Manoel de Oliveira Neto (Crédito: Rede Meio Norte)



Fonte: Portal Meio Norte