Pouco antes de matar a mãe, jovem fez post sobre Jesus na web

O jovem teve um surto matou a mãe e feriu duas vizinhas.

O estudante Felipe Farina Garcia, de 25 anos, publicou uma imagem no seu Instagram em que mostra uma mensagem religiosa pouco antes de matar a própria mãe a facadas e esfaquear duas vizinhas durante um surto, na zona Sul de São Paulo, na última terça-feira (23).

A postagem aconteceu menos de duas horas antes do crime. Ele compartilhou uma foto da parede do seu quarto com uma legenda que dizia ‘como é gostoso quando encontramos o Espírito Santo de Jesus Cristo’.

"Maaaano na moral!!! Kkk como é gostoso quando encontramos o Espírito Santo de Jesus Cristo!!! Sem maldade nenhuma!!! Claro neh... Kkk Mó brisa mesmo... As coisas se completam na frente dos nossos olhos, o mundo espiritual se torna real... Tudo fica doce e sinto o cheiro de flores no ar, sua pele se arrepia, seu coração se enche de alegria e luz... Pela certeza da SALVAÇÃO ETERNA!!! DEUS SEJA LOUVADO!!!#jesuscristo #caminho #verdade #vida #eterna #sempre #aindahatempo #33", afirmou ele na legenda da imagem.

Na parede do cômodo, é possível ver diversos desenhos e pichações. Entre eles, está escrito, com tinta dourada, os dizeres "Paz e amor em Deus".

No quarto, a polícia também encontrou parte dos vasos com pés de maconha que o estudante cultivava em casa. Em uma outra imagem, tirada após o crime e repassada pelo aplicativo Whatsapp, eles aparecem sobre um espécie de pirâmide composta por uma escrivaninha, bancos, livros e CDs.

Felipe estava detido no 43º Distrito Policial, em Cidade Ademar, mas nesta quarta-feira (24), após ser ouvido por um juiz durante a audiência de custódia no Fórum, ele foi transferido para o 8º DP, no Belenzinho, que possui carceragem para os detentos.

Jovem matou a mãe a facadas (Crédito: Reprodução)
Jovem matou a mãe a facadas (Crédito: Reprodução)
Postagem de Felipe (Crédito: Reprodução)
Postagem de Felipe (Crédito: Reprodução)
Quarto de Felipe (Crédito: Reprodução)
Quarto de Felipe (Crédito: Reprodução)
Fonte: Com informações do G1