Travesti baleada no Corso passa por novo procedimento cirúrgico

Ela apresentou quadro de hidrocefalia e teve que fazer cirurgia

A travesti Pamella Leão, também conhecida como Pâmellete, que foi vítima de um tiro acidental na cabeça durante o Corso 2016, realizado em Teresina, teve que passar por mais um procedimento cirúrgico nesta semana. 

Pamella está internada no Hospital do Urgência de Teresina (HUT) e apresentou um quadro de hidrocefalia, acúmulo de líquido no cérebro e por isso teve que passar por mais este procedimento.

A travesti, que ficou 36 dias na Unidade de Terepia Intensiva (UTI), apresentou melhoras, mas segundo o dritor do HUT, Dr. Gilberto Albuquerque, o procedimento realizado esta semana já era esperada por ser grave a lesão sofrida e afirmou que Pamella está conseguindo reagir. "Ela está se recuperando, reagindo bem ao tratamento", disse o médico.


Pamella Leão passou por outro procedimento cirúrgico
Pamella Leão passou por outro procedimento cirúrgico
Fonte: Portal MN