SEÇÕES

Australianos ficam pelados em praia para alertar sobre o câncer de pele

Mais de dois mil voluntários tiraram suas roupas ao amanhecer e posaram para o fotógrafo Spencer Tunick.

FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Milhares de pessoas se despiram neste sábado (26) na icônica praia de Bondi, em Sydney, na Austrália, para uma instalação de arte destinada a aumentar a conscientização sobre o câncer de pele e a segurança ao sol.

O famoso pico de surf se tornou uma praia de nudismo durante o dia, quando cerca de 2.500 voluntários tiraram suas roupas ao amanhecer e posaram para o fotógrafo Spencer Tunick.

Australianos ficam pelados em praia para alertar sobre o câncer de pele (Foto: Spencer Tunick)

As lentes estrategicamente focadas do fotógrafo americano buscavam proteger a intimidade dos 'modelos'. Tunick deu instruções com um megafone de uma plataforma elevada.

O evento artístico "Fique nu para o Câncer de Pele" foi realizado em colaboração com uma instituição de caridade que incentiva os australianos a fazerem exames de pele.

Australianos ficam pelados em praia para alertar sobre o câncer de pele (Foto: Spencer Tunick)

O número de voluntários representa os mais de 2.000 australianos que morrem anualmente de câncer de pele.

"Passei metade da minha vida ao sol e alguns melanomas malignos foram removidos das minhas costas", disse à AFP Bruce Fasher, um participante de 77 anos. "Achei que era uma boa causa e adoro tirar a roupa na praia de Bondi", acrescentou.

Australianos ficam pelados em praia para alertar sobre o câncer de pele (Foto: Spencer Tunick)

Tunick é conhecido por suas fotos artísticas de multidões nuas em pontos turísticos em todo o mundo, incluindo a Ópera de Sydney em 2010. "É justo que eu use minha plataforma para instar as pessoas a fazerem exames regulares para prevenir o câncer de pele", disse Tunick.

Veja Também
Tópicos