Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Veja os erros do filme '365 Dias' para quem pratica sadomasoquismo

Desde o começo do mês, o filme "365 dias" tem causado burburinho nas redes sociais.

Slide 1 de 3
Compartilhe

Burburinho

Desde o começo do mês, o  filme "365 dias" tem causado burburinho nas redes sociais. Considerada o "50 Tons de Cinza" da Netflix, a produção polonesa já é um dos filmes mais vistos no Brasil e em outros vários lugares no mundo e, para alguns, tem relação com práticas do BDSM.

O filme conta a história do mafioso Massimo Torricelli (Michele Morrone), que passa anos e mais anos a procura da garota de seus sonhos. Essa mulher é Laura Biel (Anna-Maria Sieklucka) e ao conhecê-la, Massimo tem a ideia de sequestrá-la e ainda a ameaça, dizendo que ela tem 365 dias para se apaixonar por ele.

Apesar de no começo Laura odiar toda a situação e dizer que nunca cederia ao mafioso, com o tempo os dois engatam uma relação. A partir desse momento, começa uma sequência de cenas de sexo bem ardentes entre o casal.

Em uma cena, Massimo amarra Laura na cama, por exemplo e logo muitos internautas começaram a comparar o "365 dias" com a prática BDSM. O termo é uma sigla para "Bondage, Disciplina, Submissão, Sadismo e Masoquismo". O fetiche envolve práticas como uma pessoa dominante e outra dominada, amarrações e também prazer na dor. Mas segundo praticantes, o que é retratado na tela é bem diferente da realidade.

Slide 1 de 3
Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar