Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Webcam e máscaras: como a indústria pornô teve que se adaptar à Covid

A produção de conteúdo adulto teve que mudar em tempos de pandemia e, acredite: após anos de crise, ela conseguiu crescer.

Slide 1 de 8
Compartilhe

Pleno vapor

A indústria de entretenimento adulto está em pleno vapor em meio a pandemia da Covid-19. Após alguns meses parados, atores e produtoras retomaram suas gravações. A pressa tem motivo especial: desde março de 2020, quando foi decretada a pandemia do coronavírus no mundo, sites internacionais como Xvideos, Pornhub e Redtube tiveram um incremento de 11% a 67% de usuários únicos, dependendo do país, e essa é oportunidade única para reviver um setor que foi massacrado pela pirataria na internet. No Brasil, não foi diferente. O Câmera Privê, site de webcams que permite interação entre artistas adultos e o público, foi um dos que viu seus números multiplicarem como vírus nos últimos meses de distanciamento social.

Slide 1 de 8
Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar