Depois de cursar a faculdade de direito e ser camelô, Xamã agora é o dono da música mais ouvida do Brasil.

Esse é o nome artístico de Geizon Fernandes. Antes de passar a se dedicar totalmente à música em 2017, o rapper carioca de Sepetiba, Zona Oeste do Rio, trabalhou em lojas.

Rapper Xamã tem música mais tocada no Brasil (Foto: Divulgação)Rapper Xamã tem música mais tocada no Brasil (Foto: Divulgação)Geizon, hoje com 32 anos, vendeu amendoim no trem. A profissão inspirou os versos da música "Flow de vendedor de amendoim", de título autoexplicativo.

O artista chegou a participar de coletivos de rap como 1kilo e Cartel MCs. No fim de 2021 e começo de 2022, com a carreira solo já consolidada, Xamã chegou ao topo das paradas com "Malvadão 3". Ele conseguiu:

  • O 1º lugar no Spotify brasileiro e português, e 38º no mundial;
  • O número 1 no YouTube de Portugal e 4 no Brasil;
  • A 1º posição no Brasil no iTunes, Shazam e Deezer.

A música também foi um dos hits da virada de ano, levando o rap a uma lista dominada por piseiros de artistas como Marcinho e Danny.

A letra de "Malvadão 3" é sobre um tema comum no cancioneiro popular brasileiro: a bunda. Ela seria uma cura para quase todos os problemas dele, menos o preço do transporte público no Rio: "Oh, governador, baixa a passagem, que meu bolso não aguenta".

"Com todo respeito, mina. Um marimbondo te mordeu ou nessa bunda tem fermento?", pergunta ele, ali pelo meio da música.

Uma carreira de muitos featsXamã psssui música gravada com a cantora Marília Mendonça (Foto: Divulgação)Xamã psssui música gravada com a cantora Marília Mendonça (Foto: Divulgação)Na carreira solo, Xamã já lançou três álbuns e o mais recente é “Zodíaco”, de dezembro de 2020. As músicas fazem menção aos signos e é um trabalho cheio de parcerias.

Em “Escorpião”, canta com a Agnes Nunes, uma cantora do mesmo escritório e parceira de outros momentos da carreira também.

Marília Mendonça, Gloria Groove e Luísa Sonza também estão no disco que é de rap, mas tenta essa aproximação com artistas muito populares no Brasil.

"Leão", música composta por ele, mostrou a versatilidade de Marília. Além de mostrar sua conhecida potência vocal, ela se arrisca na poesia falada do rap. "Foi uma das maiores parcerias que fiz na vida", falando do feat após a morte da cantora em novembro de 2021.

No clipe, Marília e Xamã mostram o clima descontraído dos bastidores. "Foi a primeira vez que tomei vinho na vida. Foi bem divertido esse dia, bem engraçado."

2019, ano iluminado no Rock in RioO cantor subiu nos palcos do Rock in Rio em 2019 (Foto: Divulgação)O cantor subiu nos palcos do Rock in Rio em 2019 (Foto: Divulgação)O segundo álbum, "Iluminado", tinha mais feats do hip hop, com parceiros como Orochi, Filipe Ret e Major RD. Na capa e em imagens do disco, Xamã fez uma homenagem ao filme estrelado por Jack Nicholson.

Ainda em 2019, ele se apresentou no Rock in Rio. Antes do festival, resumiu o som que ele faz: "Toco na boate mais playboy da cidade, toco na favela, a senhora que está arrumando a casa me escuta".

“É assim que eu tento capturar as pessoas, com a linguagem popular mesmo. A rua é como eu tenho de inspiração. Não sei tirar inspiração de outra coisa a não ser da rua."