mais

Famosos que aderiram à Ozonioterapia; conheça a nova mania das celebridades

A ozonioterapia virou notícia nacional no ano passado quando o prefeito da cidade de Itajaí, em Santa Catarina, sugeriu o tratamento com o ozônio medicinal contra o novo coronavírus.

O que tem em comum a diva do axé Ivete Sangalo, o ator Felipe Titto e o futebolista Cristiano Ronaldo? À primeira vista, pouca coisa, além do fato de que são celebridades. Mas o que une os três famosos é a adesão à ozonioterapia.

A ozonioterapia virou notícia nacional no ano passado quando o prefeito da cidade de Itajaí, em Santa Catarina, sugeriu o tratamento com o ozônio medicinal contra o novo coronavírus.

Em live transmitida pelo Facebook, Volnei Morastoni anunciou a possibilidade do município adotar a aplicação de ozônio por via retal no tratamento Contra a Covid-19 em pacientes com diagnóstico positivo e sintomáticos.

O que é Ozonioterapia e para que serve?

O suposto tratamento para o vírus responsável pela pandemia virou piada nas redes sociais, ao mesmo tempo em que aumentou o interesse sobre essa técnica terapêutica que já é usada no tratamento de problemas respiratórios, auxílio no tratamento do câncer e da AIDS, combate de infecções, tratamento de feridas, artrite, doenças do coração e na ativação do sistema imunológico

A ação fungicida, bactericida e antiviral do ozônio também é muito significativa contra inúmeras patologias, especialmente em quadros de hepatites virais e herpes.

Tratamento com ozônio vem chamando a atenção de celebridades. (Foto: Reprodução)Tratamento com ozônio vem chamando a atenção de celebridades. (Foto: Reprodução)

O ozônio também é usado na sanitização de ambientes de fechados contra a proliferação de de vírus, bactérias e fungos. No Japão, cientistas da Universidade de Fujita afirmaram que baixas concentrações de ozônio podem neutralizar partículas do coronavírus, fornecendo um meio para a desinfecção de consultórios e salas de espera nos hospitais. 

Segundo eles, o ozônio, em um nível considerado inofensivo ao seres humanos, pode matar o vírus nesses ambientes hospitalares.

Aplicações

A terapia com o ozônio consiste na administração do gás nas seguintes formas:

Aplicação direta no tecido – o ozônio é aplicado diretamente na pele, criando-se uma cobertura protetora em feridas;

Intravenosa – o método consiste na retirada se sangue, que é misturado ao gás ozônio, sendo devolvido ao corpo pela mesma via. No entanto, esse procedimento oferece riscos de embolia, causada pela formação de bolhas de ar;

Intramuscular – o ozônio medicinal pode ser aplicado em forma de injeção intramuscular, com o ozônio sendo misturado, muitas vezes, com oxigênio.

Insuflação retal – é a técnica mais comum em diferentes tipos de tratamentos, onde o gás é absorvido pela mucosa do intestino, o que proporciona efeitos imediatos de melhoria do metabolismo das células, da respiração e da oxigenação celular. Além disso, a insuflação retal possui poderosos efeitos anti-inflamatórios, aumentando a saturação de oxigênio no sangue e favorecendo a produção natural de interleucina e interferon. Por melhorar a flexibilidade dos glóbulos vermelhos, a técnica também estimula a circulação sanguínea, inclusive nas vias capilares.

Efeitos colaterais

A inalação do gás de ozônio, segundo estudo do site Medical News Today, pode ser prejudicial à saúde, provocando tosse e irritação da garganta e dos pulmões, podendo também ser fatal se houver exposição ao gás em altas quantidades. Na atmosfera, a camada de ozônio é responsável por proteger o planeta das radiações UV provocadas pelo sol, mas pode ser um perigoso poluente do ar se estiver perto do solo.

No caso da aplicação do ozônio via retal, alguns pacientes relataram desconforto, cãibras e gases em excesso, porém, de modo muito temporário. Outros relataram efeitos colaterais semelhantes aos da gripe. De salientar que nunca se deve inalar o ozônio, que pode queimar, provocando vômito, náuseas, dores de cabeça e, em casos mais graves, problemas respiratórios.

Confira os famosos que aderiram à Ozonioterapia

Ivete Sangalo revelou que utilizou a ozonioterapia para combater as gordurinhas indesejadas. A cantora contou que está tentando se livrar da famigerada “barriga pochete”, e divertiu os seguidores ao afirmar: “Sou gostosa e tenho barriga”. E ainda completou: “Minha pochete dá para guardar quatro óculos. Se tem alguma coisa pra guardar, manda pra mim”.

Ivete aderiu à ozonioterapia para tentar diminuir a gordura da barriga. O tratamento com ozônio medicinal – uma mistura entre os gases ozônio e oxigênio – é aplicado por meio de injeções locais que estimulam a circulação e tem ação anti-inflamatória.

Diva Ivete Sangalo aderiu a nova moda das celebridades. (Foto: Rafa Mattei)Diva Ivete Sangalo aderiu a nova moda das celebridades. (Foto: Rafa Mattei)

Quais os benefícios do tratamento? Em termos estéticos, os resultados são vários. O gás queima a gordura subcutânea, melhora a firmeza e elasticidade da pele, diminui o inchaço, combate a celulite, melhora o fluxo sanguíneo e ajuda a reduzir as medidas nas coxas, cintura e outras regiões onde a gordura se acumula.

Cristiano Ronaldo e a ozonioterapia

O craque português, que atua na Juventus, clube italiano, andou sofrendo muito com o seu joelho esquerdo. O tendão patelar, que liga a patela (o osso na porção anterior do joelho) à tíbia, impediu o futebolista de se apresentar no seu melhor nível na última Copa do Mundo.

Quem entregou o jogo foi o jornalista espanhol Javier G. Matallanas, que revelou que Cristiano Ronaldo encontrou a solução para o seu problema na ozonioterapia, permitindo que ele recuperasse do seu desconforto na articulação.

Craque português também está entre as celebridades que aderiu a ozonioterapia. (Foto: Reprodução) Craque português também está entre as celebridades que aderiu a ozonioterapia. (Foto: Reprodução) 

A aplicação do ozônio medicinal no tendão patelar é feita com fins terapêuticos e médicos desde o início do século XX. Entre os benefícios da terapia, estão a oxigenação dos tecidos, a melhoria da microcirculação, a ação anti-inflamatória do gás que protege contra o envelhecimento celular e estimula as defesas do organismo. No caso do jogador, infiltrações locais foram feitas, o que permitiu que recuperasse o seu melhor rendimento em campo.

Felipe Titto se recupera da Covid-19 com a ozonioterapia

O ator e apresentador gravou alguns vídeos no Instagram onde relata a sua experiência depois que testou positivo para o novo coronavírus. “Sintomas já não tenho quase nenhum, com exceção do olfato e paladar que ainda estão um pouco fracos e não sinto bem o cheiro e o gosto das coisas”, disse.

Ator falou dos benefícios do ozônio em sua vida após experimentar. (Foto: reprodução-instagram)Ator falou dos benefícios do ozônio em sua vida após experimentar. (Foto: reprodução-instagram)

Felipe Titto afirmou que está apostando em tudo para se livrar do coronavírus, relatando que tem feito um tratamento intenso com ozonioterapia em uma clínica no Rio de Janeiro. O ator contou que aplicou ozônio dele em vários lugares como trapézio, panturrilha e outros lugares.

“Fui a uma clínica fazer um ofurô de ozônio em que você fica lá e vão soltando um alto índice do produto. Estou buscando todas as alternativas possíveis para me curar o mais rápido e tirar isso do meu corpo”, afirmou.

Apesar de não haver qualquer comprovação científica que a ozonioterapia seja eficaz na eliminação da covid-19 do corpo humano, o ozônio medicinal é microbicida, ou seja, elimina bactérias, fungos e vírus em superfícies e líquidos.

Ozônio medicinal contra o envelhecimento

Por causa de sua ação anti-oxidante, o jogador Pelé e o guitarrista Pepeu Gomes já revelaram que estão fazendo uso da ozonioterapia para combater o envelhecimento. Mas não são só os dois brasileiros. Lá fora, Madonna, Jennifer Lopez, Kate Middleton e Cameron Diaz já declararam seu amor pela ozonioterapia na busca pela eterna juventude.

Ainda por cá, o ator global Rafael Cardoso revelou que fez uso do ozônio medicinal para tratar as dores de uma lesão no trapézio, declarando nas redes sociais que sentiu melhoras já na primeira sessão.

O apresentador e empresário Álvaro Garnero foi outro que usou as redes sociais para declarar sua adesão à ozonioterapia, contando que conheceu o tratamento na Califórnia (EUA) e, desde então, utiliza para melhorar sua imunidade.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail