Sertanejo Victor vira réu em ação de agressão contra sua esposa

Agora, o cantor responderá ao processo de contravenção penal

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais acatou o inquérito referente a suposta agressão de Victor Chaves à esposa Poliana Bagatini Chaves, grávida do segundo filho do casal. Agora réu, o cantor da dupla sertaneja Victor&Leo responderá ao processo de contravenção penal, movido pelo Ministério Público Estadual.

Segundo assessoria de imprensa do Fórum Lafayette, em Belo Horizonte, o processo corre em segredo de justiça. O próximo passo será ouvir as partes envolvidas para marcar o julgamento. A assessoria de imprensa da dupla ainda não se manifestou sobre o ocorrido.


Em 24 de fevereiro, Poliana relatou a Polícia Civil de Belo Horizonte que foi jogada no chão pelo companheiro, que desferiu diversos chutes nela. Ao tentar sair do apartamento, a moça teria sido impedida por um segurança e pela irmã do cantor. Dias depois, a empresária postou em seu Instagram carta assinada por ela em que afirmava que o marido nunca a machucaria. No entanto, na última semana vieram a público imagens da câmera de segurança do prédio do casal em que Victor aparece empurrando a esposa. O cantor, então, foi indiciado por por vias de fato — quando há ameaça a integridade física da vítima, mas sem lesões corporais.

Victor, que a princípio negou todas as acusações. Contudo, ao ser indiciado, o cantor publico um vídeo em seu Instagram em que justificava o empurrão como um “ato de desespero para conter a mulher”.

Fonte: msn