Socialite ganha 157 mil seguidores após ofensas racistas a Titi

O seu número de seguidores aumentou em 28% após insultos racistas

A socialite Day McCarthy, que atacou Titi, a filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, com ofensas racistas aumentou em 28% o número de seus seguidores na rede social Instagram após a polêmica que iniciou no último sábado (25).

Day McCarthy, é uma brasileira que vive no Canadá, e gravou vídos ofensivos sobre a filha dos atores e deste então ganhou 157 mil novos followers para acompanhar suas postagens. 

Antes, a socialite tinha 556 mil seguidores egundo dados da ferramenta Crowdtangle, voltada à análise de performance de conteúdo em redes sociais. E já na tarde desta segunda-feira (27), o número de seguidores que aparece na sua página oficial é de 713 mil. Após as afirmações racistas, ela também trancou o perfil para ser visto apenas por usuários “aprovados” e bloqueou a opção de comentários.


A socialite já havia se envolvido em outro episódio de insulto a crianças. Ela ofendeu Rafaella Justus, filha de Ticiane Pinheiro e Roberto Justus e também a Alexandre, Filho de Ana Hickmann e Alexandre Corrêa.

No vídeo em que fala de Titi, Day chama a criança de "macaca". O pai de Titi, o ator Bruno Gagliasso foi regristar queixa em uma delegacia no Rio e afirmou que o crime de racismo contra sua filha não vai ficar impune.

A socialiste, ainda neste domingo (26) se envolveu em outra polêmica e o alvo foi a cantora Anitta. Ela afirmou que a funkeira era usuária de drogas e disse que teria um vídeo da artista "cheirando pó" na sua frente.

O jornalista Vladmir Alves, comentarista de celebridades do programa Melhor Pra Você, contou que tem provas de que, desde janeiro, Day tenta “se promover” às custas de outros famosos, como a cantora Anitta.

Fonte: redetv.uol
logomarca do portal meionorte..com