Se o olhar atento do técnico Tite deixar passar algum detalhe durante os jogos da Seleção na Copa do Mundo do Catar, auxiliares e analistas de desempenho estarão a postos para socorrê-lo com ajuda de ferramentas tecnológicas. Enquanto estiver à beira do gramado, o treinador receberá vídeos com análises táticas em tempo real do Brasil e dos adversários.

Tal estratégia visa explorar pontos fracos dos rivais ou corrigir mais rapidamente alguma deficiência da Seleção e envolve uma série de profissionais da comissão técnica.

Copa: Tite receberá vídeos com análises táticas durante jogos da Seleção - Imagem 1

Quatro deles ficarão nas arquibancadas dos estádios, a fim de ter uma visão panorâmica do campo. Raony Thadeu, que também é analista do Corinthians, será responsável pela filmagem das partidas. Com ele estarão os também analistas Bruno Baquete e Thomaz Koerich. Enquanto o primeiro irá selecionar e "cortar" imagens, o outro editará os vídeos. Ao lado deles estará o auxiliar César Sampaio, contribuindo com opiniões a respeito da partida.

Se notarem algo que precisa ser transmitido a Tite de forma mais urgente, no decorrer do jogo, o quarteto enviará vídeos para Cléber Xavier e Matheus Bachi, auxiliares que estarão no banco de reservas. Portando um tablet e também um rádio comunicador, eles repassarão as informações ao treinador.

– É uma tecnologia que já tentamos utilizar em nossos jogos nas Eliminatórias. Porém, o fato de não termos um estádio fixo, não jogarmos sempre em casa, e a própria infraestrutura de alguns estádios que jogamos dificultaram o uso dessa ferramenta – explicou Thomaz Koerich.

Os vídeos que não são tão urgentes de serem enviados, são editados e exibidos aos atletas no intervalo das partidas. Para melhor visualização, uma tela e um projetor são montados no vestiário.

– É importante que essas imagens sejam de fácil entendimento por parte dos atletas – comentou Thomaz Koerich, que ressaltou que somente o essencial é passado a Tite e seus auxiliares, para não desconcentrá-los: