O flerte unilateral de Jorge Jesus com o comprometido flamengo na quinta-feira trouxe grandes impactos, e o maior atingido foi Paulo Sousa. O atual comandante rubro-negro ficou negativamente surpreendido com a investida do compatriota em situação que nunca vivera na carreira. As informações são do Globoesporte.

Pessoas de dentro do Flamengo tentaram encontrar adjetivos, como "chocado" ou "estupefato", para precisar o tamanho da decepção de Paulo com as frases de Jorge Jesus, que, além de revelar o desejo de voltar ao Rubro-Negro e estabelecer prazo para negociação até o próximo dia 20, fez críticas a certos métodos adotados pelo colega.

Paulo Sousa recebe apoio após Jorge Jesus se oferecer ao Flamengo - Fotos: Gilvan de Souza e Alexandre Vidal / FlamengoPaulo Sousa recebe apoio após Jorge Jesus se oferecer ao Flamengo - Fotos: Gilvan de Souza e Alexandre Vidal / Flamengo

O jornalista Renato Maurício Prado, colunista do UOL, publicou as declarações dadas por Jorge Jesus enquanto assistiam juntos ao empate por 2 a 2 entre Talleres e Flamengo, na quarta-feira.

A atitude de Jesus, porém, trouxe em contrapartida um movimento de solidariedade em relação a Paulo Sousa, incluindo o mais importante dos treinadores portugueses. No dia em que se classificou para a final da Liga Conferência com a Roma, José Mourinho enviou mensagem de apoio ao atual técnico rubro-negro.

Não só Mourinho entrou em contato no mundo do futebol. Mais de 30 pessoas, entre treinadores, jogadores e dirigentes de clubes escreveram para Paulo Sousa. Portugueses, brasileiros e argentinos eram algumas das nacionalidades dos remetentes das mensagens.

Como foi um meio-campista de sucesso em seus tempos de jogador, com dois títulos de Champions League de forma consecutiva (1996 e 1997), e até pouco tempo dirigia a seleção polonesa, Paulo recebeu contatos de representantes de diferentes gerações.