Acusado de provocar morte dos irmãos do Salve Rainha é solto

Decisão da 1ª Câmara Especializada Criminal do Tribunal de Justiça

Moaci Moura da Silva Júnior, acusado de atropelar e matar os irmãos Bruno Queiroz  e Francisco das Chagas Júnior e deixar gravemente ferido o jornalista Jader Damasceno, em um acidente ocorrido em junho de 2015, na Av. Miguel Rosa, teve sua prisão preventiva revogada e deixou a Casa de Custódia nesta quinta-feira, conforme informou a Secretaria de Justiça do Piauí.

A decisão,  que é dos desembargadores da 1ª Câmara Especializada Criminal do Tribunal de Justiça do Piauí, foi publicada no sistema eletrônico da Justiça e estabelece algumas medidas cautelares que não podem ser descumpridas, como: Não poderá dirigir e terá de se recolher das 21h até às 05h, não podendo assim frequentar bares, boates e similares; Comparecer mensalmente perante o juiz no Centro de Assistência ao Preso Provisório.

Moaci Moura da Silva Júnior
Moaci Moura da Silva Júnior


Juíza pede prisão preventiva de Moaci

No dia 21 de outubro, a juíza Maria Zilnar Coutinho Leal, da 2ª Vara do Tribunal do Júri, decretou a prisão preventiva de Moaci. A juíza alegou que decretou a prisão preventiva de Moaci porque  ele descumpriu medidas cautelares. O acusado  apresentou um requerimento para não participar audiência de instrução de julgamento. Moaci Júnior seria ouvido junto com Jader Damasceno e outras três testemunhas.

Defesa pede relaxamento de prisão de Moaci

No dia 26, o  advogado Eduardo Faustino , responsável pela defesa de Moaci,  pediu relaxamento da prisão requerida pela juíza Maria Zilnar Coutinho Leal. O advogado alegou que Moaci estava em dia com as determinações legais do processo.

“Na sexta-feira mesmo foi certificado que ele compareceu a todos os agendamentos, inclusive o último agendamento, na segunda. Isso está certificado pelo núcleo e a 2ª Vara. Nós pedimos o relaxamento de prisão ainda na sexta, e agora aguardamos apreciação legal”, afirmou o advogado.

O acidente

Na noite do dia 26 de junho, o automóvel modelo Corolla conduzido por Moacir Júnior, invadiu o sinal vermelho em um dos cruzamentos da Avenida Miguel Rosa em alta velocidade e bateu em um Fusca, causando a morte imediata de Bruno Queiroz e de Francisco das Chagas Junior, irmão de Bruno, que morreu após 30 dias internado, e deixando gravemente ferido Jader Damasceno, que passou por cirurgias e ainda se recupera do acidente.

Veículo em que vinham os dois irmãos idealizadores do 'Salve Rainha'
Veículo em que vinham os dois irmãos idealizadores do 'Salve Rainha'
Bruno Queiroz
Bruno Queiroz
Júnior Araújo
Júnior Araújo
Bruno Queiroz
Jader Damasceno


Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com