mais

Bombeiros confirmam 8 mortos em queda de rocha em Capitólio; vídeos!

O tenente do Corpo de Bombeiros, Pedro Aihara, afirmou que o número de pessoas desaparecidasdiminuiu de 20 para três.

Pelo menos três embarcações com turistas foram atingidas após um deslizamento de pedras no Lago de Furnas, em Capitólio, no Centro-Oeste de Minas Gerais (MG), neste sábado (08). Sete pessoas morreram.  Imagens que circulam nas redes sociais flagram o exato momento da queda das rochas. 

Segundo informações do Corpo de Bombeiros da cidade de Piumhi ao Meionorte.com, quase 34 pessoas estavam envolvidas no acidente ao todo, 27 foram atendidas e liberadas, 4 ainda estão internadas e sete óbitos já foram confirmados pela corporação. As vítimas são 3 mulheres e 4 homens, informou o delegado de Capitólio; ninguém foi identificado ainda. 

O tenente do Corpo de Bombeiros, Pedro Aihara, afirmou que o número de pessoas desaparecidasdiminuiu de 20 para três.

Ele havia informado que quatro pessoas estavam desaparecidas e que 16 pessoas foram localizadas após cruzamento de informações com os hospitais de Minas Gerais. Entretanto, por volta de 21h, a informação foi atualizada e o número de desaparecidos caiu para três. Com isso, a sétima morte foi confirmada.

“A informação inicial que a gente tinha era de 20 pessoas desaparecidas, porque muitas pessoas que foram atendidas nos hospitais e o cruzamento de listas ainda não tinha sido feito e elas estavam constando como desaparecidas. A gente já conseguiu fazer o contato com boa parte delas e esse numero já diminuiu drasticamente. As pessoas que com certeza estão desaparecidas são as pessoas da lancha Jesus, que foi uma das lanchas diretamente atingidas. No momento em que a pedra se desprende, ela atinge quatro lanchas, duas diretamente e outras duas com impacto indireto. Essa lancha Jesus é a lancha com maior numero de pessoas desaparecidas”.  



Bombeiros atendem vítimas após deslizamento de rochas em Capitólio (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)Bombeiros atendem vítimas após deslizamento de rochas em Capitólio (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)

A corporação explicou que a princípio,  uma "tromba d'água” junto a pedras deslizaram e caíram de uma altura de mais de 5 metros em cima das lanchas. Diversas equipes, inclusive aéreas, estão em deslocamento para a região para o resgate dos turistas.

“Talvez teremos que fazer um mergulho profundo e já estamos separando o material para nos deslocarmos para lá. Estamos deslocando uma equipe de 4 pessoas com o nosso comandante toda equipada para dar apoio nas buscas”, relatou para a reportagem o Sargento Maciel, da  1ª Companhia Independente de Poços de Caldas. 

Assista ao vídeo!

O Governador de Minas Gerais, Romeu Zema, lamentou o ocorrido em suas redes sociais e adiantou que está presente desde os primeiros momentos através da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros. "Os trabalhos de resgate ainda estão em andamento. Solidarizo com as famílias neste difícil momento. Seguiremos atuando para fornecer o apoio e amparo necessários", escreveu. 

Em nota divulgada, a Marinha do Brasil informou que já tomou conhecimento do caso e um inquérito será instaurado para apurar causas, circunstâncias do acidente.

Pedra de cânion desaba, atinge barcos e deixa 7 mortos em Capitólio (MG) Pedra de cânion desaba, atinge barcos e deixa 7 mortos em Capitólio (MG) 

Confira:

A Marinha do Brasil informa que tomou conhecimento de um acidente, no fim da manhã de hoje, após deslizamento de rochedo atingir embarcações que navegavam a região dos cânions, em Capitólio-MG. A DelFurnas deslocou, imediatamente, equipes de Busca e Salvamento (SAR) para o local, integrantes da Operação Verão ora em andamento, a fim de prestar o apoio necessário às tripulações envolvidas no acidente, no transporte de feridos para a Santa Casa de Capitólio, e no auxílio aos outros órgãos atuando no local. Um inquérito será instaurado para apurar causas, circunstâncias do acidente/fato ocorrido.

Um segundo registro de turistas que estavam em outras lanchas, mostra o momento em que as embarcações aceleram para sair do local após o deslizamento das rochas. É possível ver muitas pessoas desesperadas e chorando após o ocorrido.

Além disso, uma outra imagem que circula nas redes sociais mostram o momento que crianças são resgatadas pelo Corpo de Bombeiros momentos após o deslizamento da rocha. A corporação confirmou a veracidade dos registros.


O local

O local, os cânions do Lago de Furnas, em Capitólio, ficam a 293 km de Belo Horizonte sendo conhecido e bastante visitado pelos paredões de mais de 20 metros de altura. Os turistas fazem passeios de lanchas, mergulho nos lagos e rios locais e contemplar a vista das rochas. 

- Tubulação em barragem se rompe e mina transborda em MG

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail