Destaque na produção de energias renováveis, o Piauí um total de 83 empreendimentos de energia eólica em operação e somam um total de 2,44 GW de capacidade instalada. A informação é de Ramon Campelo, diretor de Mineração da Secretaria de Estado da Mineração, Petróleo e Energias Renováveis.

Os empreendimentos estão instalados nos municípios de Caldeirão Grande do Piauí, Curral Novo do Piauí, Ilha Grande, Lagoa do Barro do Piauí, Marcolândia, Parnaíba, Queimada Nova e Simões.

Segundo Ramon, o Piauí conta com um total de 30 empreendimentos em fase de construção, que terão um total de 1,25 GW de capacidade instalada. "Existem também um total de 12 empreendimentos com construção não iniciada, ou seja, aguardando alguma deliberação de licenciamento para início das obras. Estes terão um total de 547,5 MW (0,55 GW)", comenta.

Entre as empresas que aguardam aval para instalação estão as usinas Vento Tupi e Palmas do Mar, que segundo Ramon, fazem parte de um projeto de instalação de parques eólicos offshore no Brasil, ou seja, são parques de geração onde a fonte de energia limpa e renovável é obtida a partir do aproveitamento da força do vento que sopra em alto-mar, onde este alcança uma velocidade maior e mais constante, devido à inexistência de barreiras. "Estes projetos estão em fase de licenciamento, mas ainda não possuem informações públicas junto à Agência Nacional de Energia Elétrica", explica.

Empreendimentos de energia eólica se instalam no Estado (Divulgação)Empreendimentos de energia eólica se instalam no Estado (Divulgação)

Energias limpas fomentam e garante novos investimentos

Segundo Ramon Campelo, a geração dessas energias fomenta e aquece e garante novos investimentos para o estado. Não só os investimentos do parque, do momento da construção e posteriormente na geração de energia propriamente dita, como agrega valor. "Agrega ao cenário, traz outros investimentos, traz outras empresas, desenvolve o turismo, os serviços, uma série de mercado onde só é possível com a segurança e a garantia energética. Portanto, soma ao desenvolvimento do município, do estado e consequentemente gera empregos, renda e traz desenvolvimento para a população piauiense”.

Sem um número exato da quantidade de empregos gerados, esses empreendimentos causam grandes impactos positivos na geração de renda nos locais onde se instalam. Além dos empregos diretos gerados na fase de construção, os setores de combustível, hotelaria, restaurantes e materiais de construção são bastante movimentados.