mais

Gasolina e energia: Tudo subiu; mas o que fazer para economizar?

A inflação de agosto foi a maior registrada para o mês desde 2000, e o consumidor é quem sente isso no bolso.

Ir ao supermercado, abastecer o carro e até tomar um banho têm sido um pesadelo na vida de muitos brasileiros. Nos últimos doze meses, os preços do óleo de soja, mandioca, açúcar e outros itens básicos disparou até 75,7%. A energia elétrica está 20,86% mais cara e a gasolina já ultrapassa a marca dos R$ 7 o litro.

A inflação de agosto foi a maior registrada para o mês desde 2000, e o consumidor é quem sente isso no bolso. Com a alta pressionando de todos os lados, o que o brasileiro pode fazer?

Reajuste no preço da energia elétrica, gasolina e gás de cozinha pesa no bolso do consumidor. (Foto: Reprodução)Reajuste no preço da energia elétrica, gasolina e gás de cozinha pesa no bolso do consumidor. (Foto: Reprodução)

Energia elétrica

A energia elétrica começou o ano na bandeira tarifária amarela, mas agora está em um patamar recém-criado: a bandeira escassez hidríca. Por ela, o consumidor paga adicional de R$ 14,22 a cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumido.

Para reduzir os custos, uma boa opção para as famílias de baixa renda é se cadastrar na tarifa social. Além de pagar menos na conta, a luz não dos beneficiários do programa não poderá ser cortada pelas concessionárias até outubro.

Veja outras formas de reduzir o consumo de energia elétrica:

  • Aproveitar a luz natural e evitar acender lâmpadas;
  • Acumular uma boa quantidade de roupas para lavar de uma só vez;
  • Tirar da tomada aparelhos que não estão sendo usados;
  • Reduzir o tempo e a temperatura dos banhos;
  • Evitar ficar abrindo e fechando a geladeira várias vezes; e
  • Não secar roupas atrás da geladeira.

O governo também criou uma iniciativa para incentivar famílias a economizarem ao menos 10% de energia entre os meses de setembro e dezembro (em relação ao ano passado). Quem conseguir vai receber desconto de R$ 0,50 por cada quilowatt-hora (kWh).

Gasolina

No caso da gasolina, não tem muito o que fazer para economizar. O jeito para quem não está conseguindo bancar o combustível é optar pelo transporte público.

Mas se você não pode ou prefere não fazer isso, uma dica é usar marchas mais leves e evitar acelerar. Quanto menor a rotação por minuto (RPM) do motor, menos combustível o veículo gasta. Para quem tem câmbio automático, é legal não acelerar bruscamente.

Gás de cozinha

O preço do item indispensável no dia a dia dos brasileiros já subiu oito vezes desde o início do ano. Reduzir o uso de gás de cozinha não é fácil, mas é possível das seguintes maneiras:

  • Quando for usar o forno, asse dois pratos diferentes ao mesmo tempo ou um na sequência do outro;
  • Evite abrir a porta do forno durante os preparos;
  • Aproveite panelas cozinhando para cozinhar alimentos no vapor;
  • Evite abrir a tampa: panelas fechadas cozinham mais rápido; e
  • Cozinhe os alimentos em pedaços menores ou deixe-os de molho em água potável 1 dia antes.
Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail