Juiz federal é encontrado morto em apartamento no Maranhão

Ricardo Nohra Simões, de 54 anos, foi achado em seu apartamento.

Um juiz federal identificado como Ricardo Nohra Simões, de 54 anos, foi encontrado morto dentro do apartamento onde residia na cidade de Bacabal, no estado do Maranhão. Natural do Rio de Janeiro, o magistrado havia sido transferido para o município maranhense em janeiro deste ano.  

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão informou que não foram encontrados indícios de violência no local. A suspeita é de que o juiz tenha sofrido infarto. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Timon, onde passará por exames e em seguida será levado para o Rio.

Juiz  Ricardo Nohra Simões, encontrado morto em Bacabal
Juiz Ricardo Nohra Simões, encontrado morto em Bacabal

A morte de Ricardo Nohra Simões causou comoção nas redes sociais. “Nunca vou esquecer de ler uma mensagem na qual ele dizia que, por continuar trabalhando, dispunha de 3 ou 4 horas de sono por dia, e por isso se obrigava a estudar em pé, evitando cair no sono durante o estudo”, publicou um amigo. 

O juiz foi transferido do Rio para Bacabal após aprovação em um concurso de juiz federal substituto do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). Ele era casado e tinha uma filha.

Caso semelhante

No início do mês, o corpo de um procurador identificado como Ítalo Rodrigues Ferreira foi encontrado na praia da Ponta d’Areia, nas proximidades do Espigão Costeiro,  em São Luís. A vítima era procurador do Ministério Público do Trabalho. 


Fonte: Com informações do OGlobo
logomarca do portal meionorte..com