Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Juiz negou uso de tornozeleira eletrônica para empresário em audiência

A defesa do empresário pediu que ele fosse solto, com o uso da tornozeleira.

Compartilhe

A audiência de custódia do empresário Pablo Henrique Campos Santos ocorreu na segunda-feira (30/09) no Fórum Cível e Criminal de Teresina e contou com algumas medidas contra o acusado. Nela, os advogados do empresário pediram ao juiz Valdemir Ferreira Santos durante a audiência  que seu cliente tivesse a liberdade provisória concedida com aplicação de medidas cautelares como o uso da tornozeleira eletrônica. 

O juiz negou o pedido, vindo a homologar o flagrante e converteu a prisão do suspeito em preventiva, fazendo assim com que ele permaneça preso por conta da sua periculosidade. “Com fundamento no art. 312 e 313, do CPP, tendo em vista a periculosidade do acusado, a gravidade concreta do delito e a ordem pública, converto a prisão em flagrante do autuado Pablo Henrique Campos Santos em preventiva”, decretou. 

Pablo Henrique é acusado de atropelar a namorada Anuxa Kelly Alencar e matar a amiga da namorada Vanessa Carvalho na saída de um buffet na zona Leste de Teresina no qual o trio participava. No local, segundo testemunhas, houve uma discussão e o suspeito aparentemente embriagado, passou com o carro por cima das duas. 

Pablo foi preso horas depois do crime dormindo em sua residência.

Anuxa é namorada de Pablo e se encontra internada

Vanessa (de branco) morreu no local do acidente


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar